Homepage

  • Fotografia
    CNN
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • 'Surfyy Beach' é um spot junto à fronteira da Coreia do Sul com a do Norte e que é rodeado por delimitações em arame farpado e bases militares. Um cenário um pouco hostil para os surfistas locais.
  • A Coreia do Norte pode ser um dos destinos de surf mais bem guardados do planeta. Recentemente surgiram imagens de alguns spots que mostravam o potencial de ondas da região, uma das mais fechadas do planeta, mas que o ditador Kim Jong-un estaria disposto a mostrar ao mundo de forma a abrir as fronteiras ao turismo. Agora, o recente clima de paz instalado entre as duas Coreias poderá ajudar ainda mais o surf local. Sobretudo os surfistas sul-coreanos.

    Após vários anos de confrontos e guerra entre Coreia do Norte e Coreia do Sul, o clima de tensão pode estar perto do final. Algo que seria um descanso para os locais de “Surfyy Beach”, um spot junto à fronteira da Coreia do Sul com a do Norte e que é rodeado por delimitações em arame farpado e bases militares. Um cenário um pouco hostil para os surfistas locais.

    Ao longo dos anos ocorreram ali perto vários ataques militares, que terminaram em morte. Um verdadeiro pesadelo para quem quer surfar em paz. Ainda assim, há quem já esteja habituado ao ambiente. “Já temos este tipo de situação há muito tempo, por isso não nos sentimos intimidados por qualquer ação militar ou pelos soldados a vigiarem”, afirmou o surfista local Lee Hyung-Joo à CNN.

    Além de uma certa “libertação” dos spots fronteiriços, um eventual acordo de paz entre as Coreias poderia abrir também as fronteiras aos spots vizinhos da Coreia do Norte. Quem já testemunhou a qualidade do surf norte-coreano sabe o potencial que lá existe e que poderá brevemente estar à disposição do Mundo. Para isso é necessário que Kim Jong-un continue nesta senda de entendimento com os outrora rivais.

    Mas vamos com calma. Em primeiro lugar, já seria importante que os surfistas sul-coreanos pudessem disfrutar das suas ondas sem se sentiram observados pelo “Grande Irmão”.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotos: CNN

Tags
  • Coreia do Sul
  • Coreia do Norte
  • Kim Jong-un
  • surf
  • guerra
  • paz
  • Fotografia
    CNN
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
setembro 28
Praia do Seixal consagrou vencedores da 4ª etapa do Regional de SUP Race da Madeira 2022
setembro 28
Praia de Matosinhos vai receber iniciativa 'Surf Adaptado'
setembro 28
Projeto TransforMAR recolheu 67 toneladas de plástico e metal das praias portuguesas este verão
setembro 28
AON Titan Trophies 2022 terminou nas ondas de Leça da Palmeira
setembro 27
The Surf Experience vai celebrar 30º aniversário com festival de música em Lagos
setembro 27
David Raimundo: 'A Seleção Nacional de Surf mostrou ao mundo uma vez mais o valor do surfista português'
setembro 27
Os outros pontos de interesse do Challenger da Ericeira