Homepage

  • Derrame de hidrocarbonetos à porta de Parque Natural
    14 maio 2018
    arrow
    arrow
  • Um 'derrame' de hidrocarbonetos foi registado este sábado no porto de Sines.
  • Um "pequeno derrame" de hidrocarbonetos foi registado este sábado no porto de Sines, no distrito de Setúbal, estando já feita a contenção e a ser recolhido o produto, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

    Este alegado "pequeno derrame" tem lugar a apenas alguns metros do inicio da área reservada pelo Parque Natural do SW Alentejano e Costa Vicentina, onde se situa a Praia de São Torpes, muito procurada por surfistas.

    A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal indicou que o alerta foi dado às 14h14, quando um barco estava a fazer a trasfega de hidrocarbonetos e se partiu "um braço da manga".

    "Houve um pequeno derrame para a água, mas já foi feita a contenção e está a ser recolhido o produto", relatou a mesma fonte.

    As operações de limpeza envolvem 30 elementos, três embarcações e dois veículos da Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) e duas viaturas e cinco operacionais da Polícia Marítima, referiu a fonte.  

    De relembrar que o Governo tem até à próxima quarta-feira para tomar uma posição sobre a realização de uma Avaliação de Impacte Ambiental (AIA) à prospeção de petróleo e gás, ao largo de Aljezur.

    A espera pela decisão é encarada com apreensão pelos opositores à prospeção (e exploração) de petróleo e gás na região sul por parte do consórcio ENI/GALP.

    A Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) questiona mesmo a utilidade da consulta pública quando o Governo "não teve respeito" por consultas anteriores - uma sobre a utilização do espaço marítimo, que contou com mais de 40 mil participações que se opunham à exploração de petróleo, outra, aos autarcas da região, que se posicionaram, unanimemente, contra a intenção do consórcio.

    Também ao nível dos municípios, nas últimas semanas, Lagos e Tavira aprovaram, nas respetivas assembleias municipais, moções em que pedem ao Governo que cumpra a resolução da Assembleia da República (AR) para que a pesquisa ao largo de Aljezur seja suspensa.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte e Fotografias: CM e João Miguel Rodrigues

Tags
  • poluição
  • hidrocarbonetos
  • sines
  • Porto de Sines
  • alentejo
  • Parque Natural do SW Alentejano e Costa Vicentina
  • portugal
  • barcos
  • navios
  • derrame
  • acidente
  • Petróleo
  • galp
  • Agência Portuguesa do Ambiente
pub
similar News
similar
outubro 17
No Corvo haverá um apagão para salvar as aves marinhas
outubro 18
Fim de semana chega com sábado muito chuvoso
outubro 18
Glaciares suíços sofrem maior redução em 100 anos
outubro 18
Tráfego marítimo contribui para 20% da poluição costeira em Portugal
outubro 18
Seca e má gestão deixam o Tejo em mínimos históricos
outubro 18
Previsão de mau tempo cancela sessão de autógrafos na 58 Surf
outubro 17
Inscrições abertas para a 2ª etapa do Circuito de Bodyboard do Ericeira Surf Clube