Homepage

  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O 'Washington Post' classifica Cascais como uma terra “cosmopolita mas relaxada” e dizem que não é muito cara.
  • Os estrangeiros estão, a cada dia que passa, cada vez mais rendidos a Portugal. Agora, parecem ser os norte-americanos que dão prova desse fascínio. Num recente artigo publicado no famoso “Washington Post”, Cascais surge como uma das opções numa lista de 10 cidades para se viver fora dos Estados Unidos.

    Apesar de ser uma vila e não uma cidade, Cascais surge em destaque neste artigo que tem como título “Dez cidades atrativas que provam que você pode mudar de país e viver confortavelmente”. Com isto, o jornal norte-americano procura mostrar 10 opções a “preços acessíveis” para os bolsos dos americanos.

    A pesquisa foi feita cruzando informações da International Living, a partir de estudo de visitas aos locais. E a lista não se limita a oferecer as opções mais baratas, mas, sim, aquelas que oferecem a melhor relação qualidade de vida/custo de vida ou qualidade/preço.

    O “Washington Post” classifica Cascais como uma terra “cosmopolita mas relaxada”, e como tendo historicamente crescido de vila piscatória para local frequentado pela alta sociedade depois de D. Luis a ter escolhido como retiro de verão, destacando ainda as suas casas e mansões de luxo.

    “Não é apenas a beleza impressionante da baía que encanta tanto os habitantes como os visitantes. Cascais é conhecida pelas suas belas praias, parques cuidados, lojas que oferecem artigos tradicionais como cerâmica e rendas, e boutiques de roupa de luxo. Uma multiplicidade de restaurantes fornece lugares ao ar livre, e muitos museus interessantes podem ser visitados pelos amantes de arte ou de história”, pode ler-se no artigo, que destaca ainda o clima.

    Os norte-americanos consideram ainda que Cascais não é uma terra muito cara. “Os preços do imobiliário em Portugal estão entre os mais baixos da Europa”, dizem. Esta é, claramente, uma visão do outro lado do Atlântico e bem distante da que se tem por cá nos dias que correm… “Alugar um apartamento de dois quartos custa cerca de 750 dólares [650 euros] por mês”, aponta o WP.

    Arequipa (Peru), Central Valley (Costa Rica), Cuenca (Equador), Granada (Nicarágua), Málaga (Espanha), Medellín (Colômbia), Pedasi (Panamá), Penang Island (Malásia) e Riviera Maya (México) são as outras cidades que acompanham a vila de Cascais nesta lista de reconhecimento internacional.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • cascais
  • Washington Post
  • Estados Unidos América
  • Portugal
  • turismo de portugal
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
setembro 28
Nuno Vitorino vai competir no nacional britânico de surf adaptado
setembro 28
Kikas: “Felizmente, em Portugal as previsões do mar não são descuradas”  
setembro 28
Italo tem “boas memórias” de Ribeira, mas preferia competir em Supertubos
setembro 28
Nova chamada para terça-feira no MEO Portugal Cup of Surfing
setembro 11
Gabriela Dinis: Um percurso em ascensão, mas sem esquecer a escola (Entrevista)
setembro 28
MEO Portugal Cup of Surfing junta o surf e a sustentabilidade
setembro 25
Projeto 'The Unwanted Shapes' vai estar presente no MEO Portugal Cup of Surfing
pub