Homepage

  • SOS Quinta dos Ingleses - Salvem a praia de Carcavelos
    25 abril 2018
    arrow
    arrow
  • O Movimento SOS Quinta dos Ingleses entregou esta manhã a Petição Em Defesa do Ambiente e Espaços Verdes em Carcavelos e Parede, para ir a discussão na Assembleia da República.
  • Comunicado, Movimento SOS Quinta dos Ingleses:

     

    O último desafio proposto aos cidadãos subscritores foi o mais simbólico. O objectivo era ultrapassar as 6555 assinaturas manifestando a insatisfação global sobre PLANO DE PORMENOR DO ESPAÇO DE REESTRUTURAÇÃO URBANÍSTICA DE CARCAVELOS -SUL (PPERUCS). Um objectivo claramente atingido já que a esta data a petição foi subscrita por 6613 pessoas. O simbolismo deste número (6555) prende-se com o facto de este ter sido o número de votos que a Presidente da Junta de Freguesia local, à data, Zilda Costa da Silva, teve para assumir as suas funções - Actualmente apenas exerce funções na Assembleia Municipal e em várias empresas de Câmara e associações subsidiadas pela... Câmara.

     

    Petição Pública:

     http://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT88710

     

    E o Movimento SOS Quinta dos Ingleses não esquece aquilo que denomina "uma das maiores traições à Democracia Representativa" pois Zilda da Silva, votou a favor desta megalómana construção quando foi mandatada em Assembleia de Freguesia para votar contra, permitindo, assim, que este projecto fosse aprovado por um voto.

    O Movimento entregou com 6613 mas acredita que o número será ainda maior na data que a petição for discutida no Parlamento.

    Recordamos que com a petição acima nomeada, o Movimento SOS Quinta dos Ingleses entre outros, pretende:

    - Que a evolução do projecto seja revogada para dar lugar a uma ampla discussão pública, com a divulgação precisa do Plano e durante o tempo necessário ao esclarecimento dos munícipes;

    - A realização de estudos independentes sobre o impacto ambiental tendo em consideração a construção na área da Quinta dos Ingleses e áreas circundantes, as alterações climáticas que se verificam e os efeitos da previsível subida do nível do mar;

    - Reverter o processo ou reduzir a área de construção de forma significativa;

    - Criar um amplo espaço verde público junto à praia, onde predominem as áreas de lazer, bem-estar e desporto ao ar livre em simbiose entre o Homem e a Natureza;

    - Caso necessário, a expropriação do terreno para a protecção do ambiente;

     

    Assim, o que irão expor, de acordo com o Artigo 66.º da Constituição da República Portuguesa é que:

    1. Todos têm direito a um ambiente de vida humano, sadio e ecologicamente equilibrado e o dever de o defender.

    2. Para assegurar o direito ao ambiente, no quadro de um desenvolvimento sustentável, incumbe ao Estado, por meio de organismos próprios e com o envolvimento e a participação dos cidadãos:

    a) Prevenir e controlar a poluição e os seus efeitos e as formas prejudiciais de erosão;

    b) Ordenar e promover o ordenamento do território, tendo em vista uma correcta localização das actividades, um equilibrado desenvolvimento sócio-económico e a valorização da paisagem;

    c) Criar e desenvolver reservas e parques naturais e de recreio, bem como classificar e proteger paisagens e sítios, de modo a garantir a conservação da natureza e a preservação de valores culturais de interesse histórico ou artístico;

    d) Promover o aproveitamento racional dos recursos naturais, salvaguardando a sua capacidade de renovação e a estabilidade ecológica, com respeito pelo princípio da solidariedade entre gerações;

     

    Acrescenta-se que o Movimento SOS Quinta dos Ingleses solicitou no dia 5 de Abril uma audiência à Comissão do Ambiente da Assembleia da República onde irá apresentar estudos ambientais independentes e pedir, além daquilo do que está exposto, uma comunicação ao

    Ministro do Ambiente para eventual medida legislativa ou administrativa e um envio para o Procurador-Geral da República, ou Polícia Judiciária, um pedido de investigação de todos os contornos deste Plano de Pormenor.

     

    O Movimento considera uma falácia sem qualquer fundamento legal a única razão apresentada - o pagamento de uma avultada indemnização - pelo executivo camarário para dar seguimento a este ataque ambiental, ao meio ambiente, à praia e aos desportos náuticos, à mobilidade e à qualidade de vida dos moradores e dos visitantes de Carcavelos.

     

    Para mais informações, contactar:

    Tiago Albuquerque, porta-voz do movimento "SOS Quinta dos Ingleses - Vamos salvar a praia de Carcavelos"

     

    E-mail: sosquintaingleses@gmail.com

    O grupo nas redes sociais:

     https://www.facebook.com/SOSQuintadosIngleses/

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • SOS Quinta dos Ingleses
  • Salvem a praia de Carcavelos
  • manifestação
  • Assembleia da República
  • Surf
  • Carcavelos
  • Praia de Carcavelos
  • cascais
  • Portugal
  • turismo de portugal
similar News
similar
abril 10
Liga MEO Surf: Definidos os finalistas do Allianz Ericeira Pro
abril 09
Academy of Surfing Instructors Portugal promove curso de Treinadores de Surfing Grau 1
abril 09
BV2 e Volume II, os mais recentes modelos em Twin Tech EPS da Chilli Surfboards
abril 09
FPS vai realizar formação de Resgate e Sobrevivência com Moto de Água
abril 08
FPS lança primeiro curso grau 2 de bodyboard
abril 09
Miguel Blanco é baixa por lesão em Ribeira d'Ilhas
abril 09
14 distritos sob aviso amarelo devido à previsão de chuva, trovoada e queda de granizo