Homepage

  • CELTEJO supera EDP nas más práticas!
    30 abril 2018
    arrow
    arrow
  • Destacam-se também a gestão do armazém de resíduos da central nuclear de Almaraz e os casos de poluição da água que têm vindo a público, sobretudo no Tejo.
  • Nota de imprensa:

    O público nomeou e votou. Os resultados foram divulgados esta semana. A CELTEJO superou a EDP nas más práticas, ganhando o Guarda Rios de Luto. A LPN - Liga para a Proteção da Natureza ganhou o prémio Guarda Rios de boas práticas, destacando-se o seu trabalho feito em projetos de conservação de espécies como o Saramugo.

     

    Mais de 1200 pessoas participaram nesta primeira edição do Prémio Guarda Rios. Escolheram "os bons e os maus dos rios em Portugal", como anunciado no Facebook do projeto Rios Livres do GEOTA - Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente.

    O processo de nomeações e votações do público começou a 14 de março, Dia Internacional de Ação pelos Rios e esta semana ficaram a conhecer-se os vencedores. A criação do prémio Guarda-Rios tem por objetivo fazer um balanço daqueles que têm sido os bons e maus exemplos na gestão dos recursos hídricos em Portugal, dando voz aos rios através dos cidadãos que os defendem.

    Além do público, também o GEOTA decidiu atribuir prémios.

    O seu Guarda Rios de boas práticas foi para os Passadiços do Paiva, um projeto turístico localizado no município de Arouca premiado nacional e internacionalmente, sendo hoje um dos maiores pólos de atração na região. O prémio agora atribuído vem reconhecer o papel que esta infraestrutura teve na proteção e valorização da paisagem de um rio livre e enquanto elemento potenciador do desenvolvimento económico à escala local e regional.

    Mereceu também uma menção honrosa a Comunidade da Aldeia do Sistelo, por se ter feito ouvir e, após várias ações de protesto, ter conseguido fazer cancelar a mini-hídrica proposta para o rio Vez, no Minho. A demonstração de união na defesa de um bem comum permitiu salvaguardar um atributo natural. Possibilitou que a paisagem cultural da aldeia de Sistelo fosse reconhecida como monumento nacional, a primeira com esta classificação em Portugal.  

    Quanto ao Guarda-Rios de Luto, que destaca exemplos de más práticas na gestão de recursos hídricos, O GEOTA  aponta o dedo aos vários Ministros do Ambiente, desde o governo de Sócrates até ao atual. Atribui o prémio considerando a responsabilidade destes políticos ao aprovarem "atrapalhadamente, a barragem de Foz Tua" como todo o Programa Nacional de Barragens. Destacam também a gestão do caso do armazém de resíduos da central nuclear de Almaraz e os casos de poluição da água que têm vindo a público, sobretudo no Tejo.

    A menção desonrosa coube à central hidroelétrica da Ribeira Grande, na Ilha das Flores, Açores. No site onde se anunciam os vencedores, afirmam que, "apesar dos vários pareceres negativos recebidos em sede de consulta pública – entre eles do GEOTA -, a obra acabará por avançar a não ser que algo de maior peso coloque o dedo na ferida."

    Para mais informações, visite: http://rioslivresgeota.org/vencedores-guardarios2018/

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotografia: Público (Lusa/Paulo Cunha)

Tags
  • celtejo
  • edp
  • geota
  • rios
  • Natureza
  • ambiente
  • crime ambiental
  • lpn
  • Liga para a Proteção da Natureza
  • prémios
  • portugal
  • Poluição
pub
similar News
similar
fevereiro 19
A subida do mar irá afetar 150 mil portugueses!
fevereiro 19
Jovem é arrastado por onda e apanha grande susto na Praia do Norte
fevereiro 19
Laird Hamilton veio até à Nazaré surfar o swell da temporada (FOTOS E VÍDEO)
fevereiro 17
'Gringo' a voar como nunca em Carcavelos
fevereiro 18
Esqueces-te da prancha para surfar? No Rio de Janeiro não há problema
fevereiro 15
Miguel Blanco: “Vou apanhar boas ondas até final de Março” (Entrevista)
fevereiro 18
Inscrições abertas para curso de Nadador-Salvador Profissional em Sintra