Homepage

  • Primeiro Ministro na onda do surf
    01 março 2018
    arrow
    arrow
  • Dizem que a indústria do surf... dá dinheiro!
  • Será esta a nova onda do Primeiro Ministro, António Costa? É que dizem que a indústria do surf, dá dinheiro!

    O dia estava cinzento mas nos pavilhões da FIL ninguém parecia importar-se com a chuva. O calendário marcava o último dia de fevereiro, mas os mais de 1300 stands que este ano preenchem a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) reluziam como o sol de agosto. Não é por acaso: 2018 deverá ser o melhor ano de sempre para o setor em Portugal.

    A honra de cortar a fita do evento coube a António Costa. Foi com os (bons) números do ano passado ainda frescos na memória que o primeiro-ministro percorreu os quatro pavilhões da FIL durante quase duas horas. O peso cada vez maior que o turismo tem na economia assim o exige.

    Acompanhado pelo ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e pela Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, Costa teve tempo para tudo.

    António Costa experimentou o surfset mesmo ao lado do Presidente da CM Nazaré, Walter Chicharro.

    Andou de bicicleta e de prancha de surf sem sair do lugar, provou daqui e dali os pratos tradicionais de cada região, e saiu com um novo adereço no pulso, cortesia do Senhor do Bonfim da Bahia.

    A oferta de brindes é, de resto, uma constante em cada stand da BTL. Das tradicionais canetas ou sacos de pano, ímanes para o frigorífico, pacotes de sal, bolas insufláveis, passando por bilhetes para concertos ou fins de semana em hotéis, ninguém sai da FIL de mãos a abanar. Também há petiscos, bebidas e massagens. No stand de Macau ainda pode “conduzir” um carro de competição num simulador de realidade virtual.

    No fim do tour, Costa deixou um apelo: “Que todos aproveitemos este ano para visitar o Centro, que é um excelente destino de turismo e para ajudar a dar nova vida à região”. O Centro de Portugal é o destino nacional convidado da BTL 2018, o que significa que ocupa um espaço privilegiado no recinto da feira.

    E se os dois primeiros pavilhões da FIL são dedicados aos municípios e hotéis portugueses, no terceiro abrem-se as portas a destinos mais exóticos. O país convidado da 30ª edição do certame é Marrocos. Entre os destinos turísticos que se mostram pela primeira vez na BTL estão países como Angola, Namíbia, Rússia ou Uruguai.

    No fim de semana a FIL abre as portas ao público em geral, que terá oportunidade para conhecer as ofertas das agências de viagens e das cadeias hoteleiras para 2018.

    Pelo terceiro ano consecutivo a BTL recebe ainda a Bolsa de Empregabilidade, onde mais de 60 empresas estarão à “caça” de talentos para o setor. As vagas de trabalho são mais de dez mil.

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reportspreparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte e Fotos: DV

Tags
  • dinheiro vivo
  • António Costa
  • BTL
  • feira
  • turismo
  • lisboa
  • açores
  • Algarve
  • Walter Chicharro
  • surf
  • prancha surf
  • Surfset Portugal
  • Primeiro-Ministro
  • onda
pub
similar News
similar
julho 09
Leo Fioravanti e Gucci lançam um novo jogo de surf
julho 09
Os banhos estão interditos na Praia da Parede
julho 09
Jovens em campanha de sensibilização vão distribuir máscaras nas praias
julho 09
Câmara de Lagos vai reabilitar cordão dunar da Meia Praia
julho 09
Mais de mil infrações registadas nas praias portuguesas em duas semanas
julho 09
Incêndio destrói viaturas no parque de caravanas da Praia da Barra
julho 08
Empresa tecnológica investe 16 milhões de euros para produção de energia das ondas no Minho
pub