Homepage

  • Brasil pode vender Ilhas, Praias e Florestas a privados
    28 setembro 2017
    arrow
    arrow
  • O Brasil é conhecido pelas suas praias de areia branca, selva e vida noturna...
  • O Brasil está moribundo e já não é de hoje. O que é feito da democracia neste país irmão?

    O Governo Brasileiro vai lançar um vasto plano de privatização de territórios naturais, como praias paradisíacas, florestas virgens e centenas de ilhas, susceptíveis de atrair investidores, disse o ministro do Turismo do país, Marx Beltrão.

    "O Brasil tem centenas de lugares que fazem parte da herança do Estado, onde nada está instalado e com grande potencial de turismo", afirmou o ministro, citado pela agência de notícias France-Presse.

    "O nosso objectivo é identificá-los, transformá-los em áreas de interesse turístico e dá-los em concessão à iniciativa privada onde poderão ser construídos bares, restaurantes, centros comerciais, hotéis e 'resorts'", acrescentou.

    Segundo Max Beltrão, a ideia do Governo brasileiro é conseguir dinheiro concedendo uso à iniciativa privada destes lugares que praticamente não passaram de paisagem.

    Agora que a primeira economia latino-americana acaba de sair de dois anos de recessão, o Presidente Michel Temer já implementou planos de privatização, incluindo aeroportos, centrais elétricas e poços de petróleo.

    O próximo alvo do Governo brasileiro é incluir o património natural do país gigantesco, ocupado em parte pela Amazónia, no plano de privatização.

    O Brasil é conhecido pelas suas praias de areia branca, selva e vida noturna, mas o setor de turismo paradoxalmente não está muito desenvolvido: o país é o segundo destino da América Latina após o México e apenas o 27.º no mundo.

    Em 2016, o Brasil recebeu apenas 6,8 milhões de visitantes estrangeiros, contra 35 milhões no México, de acordo com dados oficiais, apesar de o Rio de Janeiro ter organizado os Jogos Olímpicos, dois anos depois de ter acolhido o Mundial de Futebol.

    "É muito pouco", disse o ministro do Turismo, explicando que o plano de privatização começará no sul do Brasil, perto das Cataratas do Iguaçu, uma das principais atrações turísticas da região.

    Sobre o Rio de Janeiro, que tem sido afetado por dificuldades económicas e problemas de violência, o ministro do Turismo afirmou que "o objetivo [do Governo] também é trazer o turismo de volta ao Rio de Janeiro".

    Max Beltrão disse que o Governo espera duplicar o número de visitantes estrangeiros no Brasil dentro de cinco anos, enquanto aumenta o fluxo de turistas brasileiros que viajam pelo país de 60 para 100 milhões de pessoas, incluindo a criação de quatro milhões de empregos.

    Esperemos que esta situação seja revertida e que não dê muitas ideias aos nossos políticos.

    Jão não é de agora que os brasileiros têm vindo a denunciar os crimes ambientais como este:

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Foto: GDS Fonte: TSF

Tags
  • Brasil
  • escândalo
  • governo brasileiro
  • turismo
  • Sustentabilidade
  • crime ambiental
  • ilhas
  • praias
  • Paraíso
  • selva
  • selva virgem
  • Água
  • Amazónia
  • privatização
  • privados
  • ambiente
  • Natureza
pub
similar News
similar
agosto 16
Fim de semana traz regresso da chuva a Norte
agosto 16
Inscrições abertas para curso de Treinadores de Surfing Grau I
agosto 15
Temperaturas elevadas deixam quatro distritos sob aviso amarelo
agosto 16
Elencos de luxo no Mundial ISA
agosto 16
'Surf No Crowd' promove surf 'longe das multidões e perto das melhores ondas'
agosto 07
Região de Coimbra lança projeto 'Surf No Crowd'
agosto 15
Frederico Morais lidera Seleção Nacional no Mundial ISA