Homepage

  • Campeão conquistou a ponte de Mostar
    19 setembro 2017
    arrow
    arrow
  • O mais cotado atleta do Red Bull Cliff Diving World Series, detentor de seis títulos, está de volta à sua melhor forma.
  • A quinta etapa do Red Bull Cliff Diving World Series disputada no último fim de semana (16 de setembro) na Bósnia e Herzegóvina trouxe de volta aos lugares cimeiros o atleta mais cotado do circuito mundial – o britânico Gary Hunt. Em femininos a ausência da australiana Rhiannan Iffland, devido a lesão, abriu espaço para a consagração da norte-americana Cesilie Carlton.

    O mais cotado atleta do Red Bull Cliff Diving World Series, detentor de seis títulos, está de volta à sua melhor forma. Foi isso mesmo que se viu no último fim de semana (16 de setembro) em Mostar, na Bósnia e Herzegóvina, durante a quinta etapa do circuito. Hunt tinha até aqui alguma dificuldade em mostrar toda a qualidade dos seus saltos em etapas realizadas a partir de pontes, falhando sucessivamente o lugar mais alto do pódio. Este jejum terminou e permitiu mesmo a Hunt não só recuperar a sua auto estima, como também voltar ao comando da classificação geral, quando falta apenas uma etapa para o fim da época de 2017.

    Hunt explica como superou o “bloqueio” das pontes nesta visita a Mostar: “Quando aqui cheguei li num jornal que nunca tinha ganho uma etapa realizada a partir de uma ponte. Nesse momento decidi que isso tinha de acabar e que não havia nenhuma razão para não saltar bem neste ambiente. Foi bom vencer e ultrapassar tudo isto. Estou animado e sinto confiança para conquistar mais um título no Chile”. O norte-americano Steven LoBue e o russo Nikita Fedotov (wildcard) completaram, respetivamente, o pódio.

    Em femininos, a ausência da australiana Rhiannan Iffland, devido a uma lesão nos treinos, veio abrir espaço para outras protagonistas. A vencedora foi a norte-americana Cesilie Carlton, ficando os restantes lugares do pódio completos por Helena Merten (Austrália) e Anna Bader (Alemanha). Carlton estava radiante com este sucesso, depois de uma época que classificou até aqui como “terrível”.

    Os saltos da ponte velha de Mostar remontam ao século XVII. Classificada como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, esta ponte é um dos mais belos bilhetes postais do interior dos Balcãs. A etapa da Bósnia pode ser revista na página www.redbullcliffdiving.com e na Red Bull TV em https://www.redbull.tv/live/AP-1RZDU7BRH2111/red-bull-cliff-diving-world-series

    A próxima e derradeira etapa de 2017 do Red Bull Cliff Diving World Series viaja até ao Chile no final de Outubro.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Red Bull Cliff Diving
  • Bósnia
  • Mostar
  • Ponte
  • Salto de alto risco
  • Gary Hunt
similar News
similar
setembro 28
Mercedes-Benz vai celebrar o Dia Mundial do Mar com a temática Nazaré
setembro 28
Praia do Seixal consagrou vencedores da 4ª etapa do Regional de SUP Race da Madeira 2022
setembro 28
Praia de Matosinhos vai receber iniciativa 'Surf Adaptado'
setembro 28
Projeto TransforMAR recolheu 67 toneladas de plástico e metal das praias portuguesas este verão
setembro 28
AON Titan Trophies 2022 terminou nas ondas de Leça da Palmeira
setembro 27
The Surf Experience vai celebrar 30º aniversário com festival de música em Lagos
setembro 27
David Raimundo: 'A Seleção Nacional de Surf mostrou ao mundo uma vez mais o valor do surfista português'