Homepage

  • Nalgumas praias da região as ondas chegaram mesmo a atingir os 4 metros...
  • Esta história tem lugar no Brasil, no Baixio, em Bertioga (São Paulo), e é sobre uma onda rara de se ver.

    Felizmente, a previsão indicava a chegada de uma ondulação gigante na costa brasileira e a malta das ondas grandes resolveu apostar no pico.

    Nalgumas praias da região as ondas chegaram aos 4 metros. O mesmo swell fez o Baixio acordar e "quebrar" em excelentes condições.

    Foram três dias de registoos fotográficos, de diversas ondas surfadas e com um pôr-do-sol alucinante com Deivid Silva, Eduardo Motta, Irons Burgos, Markus Harum, entre outros surfistas locais.

    Fiquem com as palavras dos protagonistas:

    "Uma onda rara de quebrar. A previsão mostrava uma ondulação gigante atingindo a costa brasileira. Em algumas praias as ondas chegaram a ter mais de 4 metros. Ondulação esta que fez o Baixio acordar e quebrar em excelentes condições. Foram 3 dias de registro, diversas ondas surfadas e um pôr do sol alucinante. Esperamos que gostem. Mahalo! #porummundomaissurf"

    Deslumbrem-se! Vídeo filmado e editado por Mundo Surf Produções

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Ondulação
  • XXL
  • Ondulação XL
  • ondas gigantes
  • ondas grandes
  • Bertioga
  • São Paulo
  • Brasil
  • baixio
  • Eduardo Motta
  • Deivid Silva
similar News
similar
março 07
Big riders portugueses criam equipa Red Herrings
março 05
Vai embora a chuva: regressa o sol no fim de semana
março 01
Circuito Nacional de Bodyboard tem novo organizador
março 04
Previsão de chuva deixa 6 distritos sob aviso amarelo
março 04
Surfista em dificuldades auxiliada no Guincho
março 04
Forte sismo sentido na Nova Zelândia: alerta de tsunami já foi levantado
março 04
Criados dispositivos que geram energia elétrica a partir das ondas