Homepage

  • Amaragem seria situação normal em emergência junto a praia com pessoas
  • Uma aeronave aterrou de emergência nesta quarta-feira na praia de São João, na Costa da Caparica, Almada, provocando dois mortos, um homem e uma criança. Fonte do INEM confirmou que o alerta foi dado às 16:51. 

    O momento trágico foi observado em directo por centenas de utilizadores que regularmente utilizam o nosso serviço para observar em tempo real real as condições da praia.

    Clica aqui para ver a nossa live cam em directo em São João, Costa de Caparica

    Para já, há informações contraditórias quanto à idade das vítimas. Segundo o INEM, o homem tem 30 anos e a criança cinco. A Polícia Marítima diz, porém, que o homem tem 56 anos e a menina oito.

    O certo é que estavam os dois à beira-mar, quando foram atingidos mortalmente pela aeronave. Aparentemente, não há relação de parentesco entre as vítimas mortais.

    Ainda de acordo com o INEM, não há outras vítimas a registar e para o local foi enviado um psicólogo para prestar apoio.

    Os dois tripulantes da avião - instrutor e instruendo - saíram ilesos da ocorrência e estão a ser ouvidos pelas autoridades.

    Segundo relatos locais, os tripulantes tentaram aterrar o aparelho de emergência na praia, mas atingiram o homem, a primeira vítima mortal. Já com uma asa partida, a aeronave ainda andou cerca de 50 metros até atingir mortalmente a criança.

    A aeronave era um Cessna 152, do Aeroclube de Torres Vedras, mas que está cedido à Escola de Aviação G Air Training Centre, de Ponte de Sor. O aparelho tinha partido de Cascais, onde a escola também opera.

    De acordo com a página da Proteção Civil, foram mobilizados 32 operacionais e 14 veículos. Para o local foram os Bombeiros de Cacilhas e Trafaria, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Almada e elementos da Polícia Marítima.        

    O ex-diretor do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves (GPIAA) Álvaro Neves explicou que a amaragem é a situação normal quando uma aeronave precisa de aterrar de emergência junto a uma praia com pessoas.

    Álvaro Neves, que atualmente é perito da European Aviation Safety Agency (Agência Europeia de Segurança da Aviação), disse à agência Lusa que, apesar de desconhecer os contornos do acidente ocorrido na praia de São João, o procedimento que se ensina nas escolas de aviação é o de amarar quando é necessária uma aterragem de emergência junto a uma praia com pessoas.

    “O que se deve fazer é afastar-se para dentro do mar”, explicou à agência Lusa, adiantando que há outros procedimentos a ter em conta numa amaragem, como abrir a porta antes do impacto.

    No entender de Álvaro Neves, a aflição do piloto no momento de um incidente pode fazer com que tente aterrar no areal, onde a aterragem é mais fácil.

    A equipa do Beachcam estende os seus pêsames aos familiares e amigos das vitimas mortais.

    Fonte- TVI24

    Fotos - André Kosters (Lusa)

    Vídeo - Isabel Laurent

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • tragedia
  • avioneta
  • caparica
  • costa da caparica
  • sao joao caparica
  • acidente avioneta
  • Almada
  • queda avioneta
  • Beachcam
  • Beachcam Live
pub
similar News
similar
outubro 17
No Corvo haverá um apagão para salvar as aves marinhas
outubro 17
Inscrições abertas para a 2ª etapa do Circuito de Bodyboard do Ericeira Surf Clube
outubro 17
Patrick Costa conquista Tricks4Five em Portimão
outubro 16
Balanço positivo da 1ª edição do curso 'A Animação Turística no Surf'
outubro 16
Sari Ohhara sagra-se campeã do mundo de bodyboard
outubro 14
Joana Schenker avança para os quartos-de-final do Frontón
outubro 14
MEO promove sustentabilidade e proteção ambiental entre o mundo do surf