Homepage

  • Dois golfinhos deram à Praia de São Jacinto, Aveiro
    22 julho 2017
    arrow
    arrow
  • Os dois cetáceos foram recolhidos com apoio uma equipa do Centro de Reabilitação Animais Marinhos da Gafanha da Nazaré
  • Remoção de golfinhos arrojados na Praia de São Jacinto – Aveiro

    O Comando-local da Polícia Marítima da Aveiro, em colaboração com o Centro de Reabilitação Animais Marinhos (CRAM), procedeu ontem, dia 20 de julho, à remoção do de dois golfinhos, arrojados no areal da praia de São Jacinto, em Aveiro.

    Report de ondas para este fim de semana

    O Piquete da Polícia Marítima foi informado da existência dois golfinhos mortos, já em estado de decomposição, no areal de São Jacinto. Chegados ao local, verificou-se tratar-se de dois Golfinhos-comum (Delphinus delphis), fêmeas, com cerca de 1,5 a 2 metros de comprimento.

    Os dois cetáceos foram recolhidos com apoio uma equipa do Centro de Reabilitação Animais Marinhos da Gafanha da Nazaré, que posteriormente efetuou a recolha dos dados biométricos e amostras para futuros estudos histopatológicos.

    Fonte - Autoridade Marítima Nacional

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • golfinho
  • Golfinhos
  • Autoridade Marítima Nacional
  • Centro de Reabilitação Animais Marinhos
  • São Jacinto
  • Aveiro
  • Portugal
similar News
similar
junho 11
Fim de semana traz subida de temperatura, menos vento, aguaceiros e trovoadas
junho 08
O homem acreditou e o sonho aconteceu! E tudo David Raimundo revolucionou!
junho 12
Arrancou oficialmente a época balnear de 2021 em Portugal
junho 11
IBC anuncia cancelamento do Mundial de Bodyboard 2021
junho 11
Praia da Arda apurou mais campeões regionais de surf do Norte
junho 09
Começa esta quinta-feira o programa 'Arrábida sem Carros' 2021
junho 09
David Raimundo: “Foi o campeonato mais dificil de gerir desde que sou selecionador”