Homepage

  • Vasco Ribeiro foi o melhor português em Durban
    20 junho 2017
    arrow
    arrow
  • Os destinos da armada lusa ficaram assim apenas entregues a Vasco Ribeiro
  • Terminou este fim-de-semana a primeira de várias etapas do WQS na África do Sul, que vão culminar com a realização do primeiro QS10000 da temporada, em Ballito. O Volkswagen SA Open of Surfing decorreu nas ondas de Durban e foi vencido pelo brasileiro Alex Ribeiro. Já Vasco Ribeiro foi o melhor português, ao terminar no 13.º posto final deste QS3000.

    Apesar da distância, Portugal esteve representado com vários surfistas neste evento sul-africano. Na ronda inaugural correram de feição à armada lusa, com Luís Perloiro, Henrique Pyrrait e Tiago Pires a conseguirem avançar para a ronda seguinte, onde se juntariam a outros compatriotas.

    A 2.ª ronda acabou por ditar a eliminação de Perloiro e Pyrrait. Contudo, Jácome Correia, Miguel Blanco e Tiago Pires conseguiram carimbar o passaporte para a fase seguinte, sendo que Blanco o fez com um triunfo. Contudo, a 3.ª ronda acabaria por ser madrasta parra as cores nacionais, sendo que ninguém conseguiu a qualificação. À eliminação de Saca, Blanco e Jácome juntou-se ainda a de Tomás Fernandes.

    Os destinos da armada lusa ficavam assim apenas entregues a Vasco Ribeiro, que se só estrearia na 4.ª ronda. O surfista da Poça começou por carimbar a passagem à 5.ª ronda com uma performance intermédia, onde garantiu a qualificação com 11,83 pontos, atrás do sul-africano Michael February.

    A melhor performance de Vasco aconteceria na 5.ª ronda, onde venceu o heat 2, com um score de 14,36 pontos. O surfista português conseguiu assim integrar o lote dos 16 melhores surfistas do campeonato, mas acabaria por perder na fase seguinte, às portas do quartos-de-final. Vasco Ribeiro ficou no último posto de um heat onde o brasileiro Alex Ribeiro e o australiano Soli Bailey seguiram em frente.

    Vasco assegurou assim o 13.º posto do campeonato sul-africano, somando 840 pontos para o ranking do WQS, onde é agora 38.º classificado. O evento africano acabou por ser dominado por surfistas sul-americanos, com três brasileiros e um peruano a chegarem às meias-finais. Mas foi o canarinho Alex Ribeiro a levar a melhor, batendo Hizunome Bettero numa final 100 por cento brasileira. O antigo competidor do WCT somou 3000 pontos para o ranking.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Notícia redigida pela SurfPortugal

Tags
  • Durban
  • South Africa
  • África do Sul
  • Surf
  • Qualifying Series
  • Vasco Ribeiro
  • World Surf League
similar News
similar
dezembro 07
Vários distritos de Portugal continental em alerta por causa da chuva e agitação marítima
dezembro 06
Seleção Nacional de Surf Adaptado treina em Pismo Beach. Mundial ISA começa esta segunda-feira
dezembro 06
Como acompanhar o percurso da Seleção Nacional de Surf Adaptado no Mundial ISA de Pismo Beach?
dezembro 06
Baía dos Jungos coroou novos campeões de Surf Open da Madeira
dezembro 06
Vasco Ribeiro: 'Cumpri alguns objetivos em 2021, mas o mais importante não consegui alcançar'
dezembro 06
Chuva, vento e muita agitação marítima no horizonte. São os 'efeitos colaterais' da depressão Barra
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu rumo ao Mundial de Pismo Beach