Homepage

  • Água de Côco brasileira invade praias portuguesas
    07 junho 2017
    arrow
    arrow
  • Na praia, os cocos chegam dentro de uma arca refrigerante e são abertos à frente dos clientes...
  • É algo que não se bebe todos os dias, muito menos na sua forma natural.

    Mas este verão, quem estender a toalha em determinadas praias da Grande Lisboa vai poder beber água de coco como se estivesse no Brasil, na Tailândia ou na Costa Rica. É de lá que partem os aviões com este fruto, que Ricardo Gomes, empresário setubalense de 35 anos, vende na Coco Verde – Green Coconut, sobre rodas, desde o verão passado.

    Consulta aqui as nossas live cams da Margem Sul

    O mesmo é dizer de motorizada, o meio de transporte ideal para levar os cocos até às praias de Albarquel, Figueirinha, Galapos e Portinho Arrábida, e às da Costa de Caparica, com a garantia de que chegam frescos à boca dos clientes. Na gama da Coco Verde há dois tipos de coco. O verde (oriundo do Brasil e, este ano também, da Costa Rica) tem um sabor «mais refrescante», enquanto o sabor do coco branco (descascado e vindo da Tailândia) é «mais intenso e mais doce», assim os descreve Ricardo Gomes.

    Na praia, os cocos chegam dentro de uma arca refrigerante e são abertos à frente dos clientes com o auxílio de um abridor de cocos. Depois basta colocar as palhinhas que lá couberem – a quantidade de água varia entre os 350 e os 450 mililitros, sendo ideal para dividir – e saborear a frescura desta bebida de água e açúcares rica em minerais, vitaminas e antioxidantes que ajudam a hidratar o corpo.

    As diferenças de sabor «devem-se à forma de cultivo», explica Ricardo, acrescentando que «a reação dos clientes é muito positiva. Algumas pessoas que já viajaram ao Brasil e a outros destinos tropicais gostam de saber se a bebida é igual à dos cocos que provaram antes. No final, identificam-se com o sabor e gostam». Outro ponto a favor: cada 200 mililitros de bebida têm, em média, 40 calorias, por isso não há desculpa para não beber mesmo estando em regime de dieta.

    A mota da Coco Verde – Green Coconut vai circular também aos fins de semana pelo centro de Setúbal, entre o Jardim do Bonfim, a Avenida Luísa Todi e a Praia da Saúde, descendo às praias durante a semana. Entretanto, Ricardo Gomes expandiu o negócio e junta este ano uma bicicleta com caixa refrigeradora e, em breve, mais uma pequena carrinha para fazer entregas em lojas, cafés e ao domicílio. Na Costa de Caparica, a água de coco vai chegar às praias do Tarquínio-Paraíso, Dragão Vermelho, Praia Nova, Nova Praia e Praia da Saúde, entre julho e setembro.

    Se por acaso estás à procura de trabalho, ou saibas de alguém, aproveita que eles precisam de colaboradores! Mais infos aqui.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte: Evasões

Tags
  • Água Côco
  • Green Coconut
  • Portugal
  • Praias
  • Brasil
  • Costa de Caparica
  • Setúbal
  • Lisboa
  • Verão
pub
similar News
similar
fevereiro 20
Liga MEO Surf apresenta calendário para 2020
fevereiro 19
Marta Paço convocada para o Mundial de Surf Adaptado
fevereiro 19
Júnior Martim Nunes passa temporada com Italo Ferreira (ENTREVISTA)
fevereiro 19
A subida do mar irá afetar 150 mil portugueses!
fevereiro 19
Vendedores de rua em Nairobi arriscam prisão por utilizarem sacos de plástico
fevereiro 19
Jovem é arrastado por onda e apanha grande susto na Praia do Norte
fevereiro 17
Alex Botelho já deixou os cuidados intensivos do Hospital de Leiria