Homepage

  • Buondi desafia Kopke a ser Pastor por um dia!
    08 maio 2017
    arrow
    arrow
  • Terceiro desafio da Express Challenge Buondi, que tem o jovem surfista da Linha como protagonista transforma-o em Pastor por um dia
  • Consulta aqui a previsão detalhada de ondas para esta semana!

    João Kopke, ou como gosta de se autointitular “Storyrider”, é um dos mais talentosos jovens surfistas portugueses, mas nem só no mar se faz o seu dia-a-dia. Através do Express Challenge Buondi, as rotinas diárias de Kopke vão ser um pouco alteradas tendo no episódio anterior, a divertida, mas difícil missão de ser sushiman.

    O surfista da Linha foi até Alcoutim no Algarve e por lá desafiou o Nuno para o ajudar a revelar o pastor que existe em si. Este desafio levado a cabo com a Buondi passa por Kopke experimentar ofícios um pouco diferentes do surf. Segundo Kopke “Foi das cenas mais intensas que eu fiz até agora nesta série. Juro!”

    Terminado o desafio, João Kopke desafiou o pastor a surfar. O Nuno esteve bem à altura do desafio, não percam este episódio.

    Entretanto os internautas têm um papel decisivo neste Express Challenge Buondi, uma vez que são eles que escolhem o próximo desafio do surfista. Qual será o próximo desafio?!?

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • João Kopke
  • Buondi
  • Surf
  • turismo de portugal
  • Portugal
  • pastor
  • alcoutim
  • Algarve
similar News
similar
junho 11
Fim de semana traz subida de temperatura, menos vento, aguaceiros e trovoadas
junho 08
O homem acreditou e o sonho aconteceu! E tudo David Raimundo revolucionou!
junho 12
Arrancou oficialmente a época balnear de 2021 em Portugal
junho 11
IBC anuncia cancelamento do Mundial de Bodyboard 2021
junho 11
Praia da Arda apurou mais campeões regionais de surf do Norte
junho 09
Começa esta quinta-feira o programa 'Arrábida sem Carros' 2021
junho 09
David Raimundo: “Foi o campeonato mais dificil de gerir desde que sou selecionador”