Homepage

  • Preservação da tartaruga marinha em São Tomé
    05 abril 2017
    arrow
    arrow
  • É nas praias do Norte e Sul de São Tomé que se regista maior atividade de captura e abate das tartarugas marinhas
  • As tartarugas marinhas estão em extinção e por isso as organizações não-governamentais, ligadas à proteção destes animais, intensificaram as campanhas contra a captura, a morte e consumo da tartaruga.

    Uma das espécies mais afetadas é a Tartaruga-marinha-sada (Eretmochelys imbricata) que está no limiar da extinção, se nada for feito. 

    Em comunicado aos jornalistas, Domingas Monteiro, da organização Tatô, afirmou que “muita gente pensa que a tartaruga marinha é peixe e por isso tem estado a consumir a sua carne”

    As escolas e as comunidades de São Tomé são o alvo principal dos responsáveis desta sensibilização. Através de palestras e conferências “estamos a explicar às crianças e aos jovens que a tartaruga não é peixe, ela é da família dos répteis, logo não deve ser consumida”, disse a responsável da Tatô.

    A ilha do Príncipe foi identificada pela Unesco como reserva mundial da biosfera tem em curso um programa de protecção das tartarugas que, segundo as autoridades tem tido sucesso.

    “Toda a população sabe que aqui não se pode abater, não se pode capturar nem comer a carne da tartaruga. Quem for denunciado (…) assumirá as suas consequências”, disse à Lusa fonte do Governo Regional.

    Segundo o Sapo.pt, São Tome e Príncipe aprovou em 2014 legislação que proíbe a captura e comercialização de tartarugas marinhas, mas ao que tudo indica o seu efeito pratico ainda não está a resultar.

    É nas praias das comunidades de Morro Peixe e Micoló, no norte de São Tomé, e Santana e Porto Alegre, no sul, que se regista maior atividade de captura e abate das tartarugas marinhas.

    Mais sobre como ajudar esta causa em tartarugasstomeprincipe.wordpress.com

    Vídeo de uma ação de sensibilização datada de 2014:

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte: BN Fotografia: Tartarugasmarinhas.pt

Tags
  • Tartaruga
  • tartaruga marinha
  • Tartaruga marinha sada
  • África
  • Fauna
  • biodiversidade
  • Habitat Natural
  • Natureza
  • ambiente
  • são tomé e príncipe
  • Eretmochelys imbricata
similar News
similar
janeiro 26
Avistadas caravelas-portuguesas nas praias de Sines e Odemira
janeiro 26
Se Tóquio não puder, Florida quer organizar os Jogos Olímpicos em 2021
janeiro 26
Depressão Justine vai trazer ondas até 9 metros aos Açores
janeiro 26
Câmara de Cascais sublinha que 'não é possível' praticar surf nas praias
janeiro 25
Fechadas as praias de S. Pedro de Moel
dezembro 30
Ano de 2021 vai começar ainda mais frio
janeiro 25
Estrada na Nova Zelândia encerrada temporariamente para proteger leões-marinhos