Homepage

  • Preservação da tartaruga marinha em São Tomé
    05 abril 2017
    arrow
    arrow
  • É nas praias do Norte e Sul de São Tomé que se regista maior atividade de captura e abate das tartarugas marinhas
  • As tartarugas marinhas estão em extinção e por isso as organizações não-governamentais, ligadas à proteção destes animais, intensificaram as campanhas contra a captura, a morte e consumo da tartaruga.

    Uma das espécies mais afetadas é a Tartaruga-marinha-sada (Eretmochelys imbricata) que está no limiar da extinção, se nada for feito. 

    Em comunicado aos jornalistas, Domingas Monteiro, da organização Tatô, afirmou que “muita gente pensa que a tartaruga marinha é peixe e por isso tem estado a consumir a sua carne”

    As escolas e as comunidades de São Tomé são o alvo principal dos responsáveis desta sensibilização. Através de palestras e conferências “estamos a explicar às crianças e aos jovens que a tartaruga não é peixe, ela é da família dos répteis, logo não deve ser consumida”, disse a responsável da Tatô.

    A ilha do Príncipe foi identificada pela Unesco como reserva mundial da biosfera tem em curso um programa de protecção das tartarugas que, segundo as autoridades tem tido sucesso.

    “Toda a população sabe que aqui não se pode abater, não se pode capturar nem comer a carne da tartaruga. Quem for denunciado (…) assumirá as suas consequências”, disse à Lusa fonte do Governo Regional.

    Segundo o Sapo.pt, São Tome e Príncipe aprovou em 2014 legislação que proíbe a captura e comercialização de tartarugas marinhas, mas ao que tudo indica o seu efeito pratico ainda não está a resultar.

    É nas praias das comunidades de Morro Peixe e Micoló, no norte de São Tomé, e Santana e Porto Alegre, no sul, que se regista maior atividade de captura e abate das tartarugas marinhas.

    Mais sobre como ajudar esta causa em tartarugasstomeprincipe.wordpress.com

    Vídeo de uma ação de sensibilização datada de 2014:

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte: BN Fotografia: Tartarugasmarinhas.pt

Tags
  • Tartaruga
  • tartaruga marinha
  • Tartaruga marinha sada
  • África
  • Fauna
  • biodiversidade
  • Habitat Natural
  • Natureza
  • ambiente
  • são tomé e príncipe
  • Eretmochelys imbricata
similar News
similar
outubro 03
Joel Rodrigues e Filipa Broeiro vice-campeões europeu de bodyboard
outubro 03
Surf Clube de Viana em destaque no Euro’Meet 2022 na Dinamarca
outubro 03
Francisco Santos sagra-se campeão nacional Sub-12
outubro 03
Rodrigo Carrajola sagra-se tricampeão nacional de bodysurf
setembro 30
Melhores bodysurfers nacionais a caminho da Praia do Guincho
setembro 30
Ondas de Peniche vão coroar o novo campeão nacional de Surf Esperanças Sub-16
setembro 30
Temperatura vai ultrapassar os 30ºC no primeiro fim de semana de outubro