Homepage

  • O ponto alto da competição acabou por acontecer na sexta-feira, sobretudo de manhã, graças à presença do offshore
  • Terminou no domingo o QS3000 que levou alguns dos melhores surfistas do Mundo até Santa Cruz para uma semana de espetáculo de alto nível e com Frederico Morais na disputa pelo triunfo final. Com o mar a subir no dia final e o onshore a criar algumas dificuldades, o triunfo no evento acabou por pertencer ao uruguaio Marco Giorgi, com Kikas a terminar no 3.º posto.

    O ponto alto da competição acabou por acontecer na sexta-feira, sobretudo de manhã, graças à presença do offshore. Santa Cruz presenteou os surfistas e os milhares de internautas que seguiram a ação pelo webcast com belas linhas esverdeadas e o nível do campeonato disparou a caminho das rondas finais.

    Neste dia Frederico Morais foi um dos protagonistas do dia, colocando em prática o seu power surf e passando heat atrás de heat, sempre com scores bem consistentes. Outro dos destaques acabou por ser Tiago Pires, que mostrou ainda estar em boa forma. Saca protagonizou bom surf ao longo do evento e só foi eliminado na 5.ª ronda, num heat onde até conseguiu a melhor onda da disputa.

    Antes de a maré cheia chegar, a meio da tarde, não permitindo que o campeonato fosse fechado logo na sexta-feira, disputaram-se ainda os quartos-de-final. O japonês Hiroto Ohhara, mestre em ondas pequenas, foi um dos destaques, com um score de 17,90 pontos, garantindo uma das vagas nas meias-finais. Marco Giorgi, Thiago Camarao e Frederico Morais, que bateu o brasileiro Yago Dora, foram os restantes surfistas a seguir em prova.

    Com o mar a não permitir que a competição avançasse, foi apenas no domingo de manhã que a prova retomou para se descobrir o campeão. Giorgi bateu Ohhara na primeira meia-final, sendo que Kikas até começou forte na segunda disputa, parecendo embalado para a final. Contudo, o brasileiro Camarao deu a volta já perto do final da bateria.

    Na final o uruguaio começou mais forte, mas o brasileiro conseguiu responder à altura. Ainda assim, ficou a apenas 40 centésimas de virar a bateria. Dessa forma, Marco Giorgi alcançou o primeiro triunfo da carreira no WQS, conquistando 3000 pontos e subindo ao 23.º posto do ranking. Já Frederico Morais ascendeu ao 16.º posto do ranking, graças aos 1680 pontos que levou desta semana inesquecível em Santa Cruz.

    Foto - WSL

    Fonte - Nossos amigos da SurfPortugal

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • frederico morais
  • tiago pires
  • Vasco Ribeiro
  • Marco Giorgi
  • Thiago Camarao
  • Pro Santa Cruz 2017
  • Portugal
  • Free Surf
  • turismo de portugal
similar News
similar
junho 24
Catarina Sousa apurada para as meias-finais do Mundial Masters no Brasil
junho 24
Halley e Teresa em destaque no arranque do Allianz Ribeira Grande Pro
junho 24
Tiago Pires e a 2ª edição do Softboard Heroes: 'Está tudo a alinhar-se para um excelente evento' (Entrevista)
junho 23
Menos stress, mais surf: 5 benefícios do surf para a saúde
junho 24
Allianz Ribeira Grande Pro está ON!
junho 24
Ribeira Grande pretende ter Reserva Mundial de Surf
junho 23
Catarina Sousa volta a vencer e já está na ronda 4 do Mundial Masters no Brasil