Homepage

  • Peniche com actividades desportivas para a Primavera
    14 março 2017
    arrow
    arrow
  • O PLP acabou de lançar um calendário desportivo por Peniche. Convida os teus amigos a participar!
  • O Peniche Livre de Petróleo acabou de lançar um calendário desportivo, a Primavera Livre de Petróleo, para promover a energia limpa.

    Convida os teus amigos a participar! Também podes enviar-nos a tua proposta, uma nova actividade para acrescentar ao nosso calendário. Junta a tua à nossa voz por um país livre de petróleo!

    ENTRADA LIVRE

    26 MARÇO, 9H30 | BICICLETADA |LOCAL: MARINA / RIBEIRALOCAL: JARDIM / CENTRO DE PENICHE

    30 ABRIL, 9H30 CAMINHADA / CORRIDA | LOCAL: JARDIM CENTRO PENICHE

    28 MAIO, 10H00 | YOGA / CAPOEIRA | LOCAL: PARQUE DA CIDADE (ENTRADA DE PENICHE)

    25 JUNHO, 14h30 | CORDÃO HUMANO + ACTIVIDADES DE PRAIA | LOCAL: BALEAL

    Existem contratos de prospecção e produção de petróleo em toda a bacia de Peniche, de Lisboa ao Porto. São 33 mil Km2 em todo o litoral português, concessionados por 55 a 60 anos. Em Peniche opera o consórcio Repsol / Kosmos / Galp / Partex.

    Qual é o problema?

    Os trabalhos de prospecção, com campanhas sísmicas e perfurações, prejudicam os pescadores e a vida marinha, afastando o pescado. Uma empresa que procura petróleo só pode pretender extraí-lo, os riscos são enormes. Foi com tecnologia e conhecimento científico recente, em condições semelhantes às de Portugal, que a BP provocou o maior derrame de petróleo no mar da história mundial, no golfo do México em 2010, tendo destruído a biodiversidade costeira, a pesca e o turismo daquela região. Hoje é a economia da nossa região que corre perigo.

    Mas o petróleo não pode dar emprego e melhorar a economia?

    Não. As empresas petrolíferas exigem mão de obra altamente especializada e têm equipas de trabalho internacionais que garantem a instalação e a manutenção dos equipamentos. Nunca se geram postos de trabalho locais significativos...

    E o Estado não iria enriquecer?

    Não. Os contratos prevêem uma renda para o Estado de 15€ por Km2, as contrapartidas são residuais e sempre insuficientes para compensar os danos causados.

    Mais em Peniche Livre de Petróleo

    Para esta 6ª feira, 17 de Março, pelas 21h, ocorrerá na Praia da Vieira, uma Sessão de Esclarecimento sobre prospecção e produção de petróleo, designada Vieira Livre de Petróleo, com a participação de Ricardo Vicente, Eng. Agrónomo e Doutorando em Alterações Climáticas e Políticas de Desenvolvimento Sustentável, membro do movimento Peniche Livre de Petróleo.
    Esta sessão pretende contribuir para o esclarecimento da população da Praia da Vieira e da Marinha Grande a respeito dos trabalhos actuais de prospecção e produção de petróleo e dos impactos que desta actividade a nível local e global. Serão ainda dados exemplos concretos onde o papel activo das populações demonstra ser fundamental para a protecção dos nossos recursos naturais.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotografia: Molhe Leste por Peniche Surf Clube

Tags
  • Peniche
  • Peniche Livre de Petróleo
  • Exploração gás e ptróleo
  • hidrocarbonetos
  • Poluição marinha
  • Aquecimento global
  • primavera
  • Calendário Desportivo
  • desporto
pub
similar News
similar
janeiro 17
Comunidade do longboard ajuda os animais vítimas dos fogos na Austrália
janeiro 17
Agitação marítima arrasta duas pessoas na Califórnia (Vídeo)
janeiro 17
Nestlé investe 1,86 mil milhões de euros na reciclagem de plásticos
janeiro 17
Os jovens são fundamentais para a defesa dos oceanos
janeiro 10
Interferência no Canhão? João de Macedo e Everaldo Pato mostram o contrário
janeiro 16
Projeto da 'praia' ecológica no Tejo deverá ser conhecido este ano
janeiro 12
Lisboa terá uma 'praia' em pleno rio Tejo