Homepage

  • Vem aí uma tempestade 'comparável' à de 2014
    01 fevereiro 2017
    arrow
    arrow
  • Ondas podem mesmo chegar aos 20 metros de altura!
  • Ondas podem chegar aos 20 metros de altura. Mais de 1.500 civis e militares vão estar envolvidos nas operações na costa portuguesa a partir de hoje.

    Consulta aqui a previsão XXXL de ondas para esta semana!

    Mais de 1.500 civis e militares da Marinha Portuguesa e da Autoridade Marítima Nacional vão estar envolvidos na monitorização, prevenção e salvamento durante a tempestade que vai atingir a costa portuguesa a partir de quarta-feira.

    Segundo o comandante naval, vice-almirante Gouveia e Melo, que deu esta terça-feira uma conferência de imprensa para fazer o ponto da situação, as condições adversas no mar são comparáveis à tempestade “Hércules”, que, em 2014, provocou ondas de grande dimensão que atingiram primeiro os Açores e, posteriormente, Portugal continental.

    Gouveia e Melo explicou que “o olho do furacão” vai passar nos Açores na quarta-feira com a previsão de vagas de 12 metros e atingir entre quinta e sexta-feira o continente com vagas de oito metros, e a Madeira, com vagas de seis metros.

    "É comparável a tempestades que já aconteceram (como a Hércules em 2014). Estamos cada vez mais a ver passar mais a sul este tipo de ciclones, atingindo os Açores e o norte da Península Ibérica", disse.

    Neste caso, "é uma baixa pressão cavada e a seguir verificamos mais duas que se estão a unir", disse.

    Tempestade Hércules que passou por Sagres em 2014

    A costa portuguesa vai estar em aviso, a partir das 12h00 de quinta-feira por causa da forte agitação marítima, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Todo o litoral do continente estará em aviso devido às ondas de noroeste, que podem atingir os 12 a 14 metros de altura. Já nos Açores podem chegar aos 20.

    Meios reforçados

    A Marinha, adiantou, reforçará o seu dispositivo habitual para a resposta a situações de busca e salvamento no mar, através da presença no grupo central da Região Autónoma dos Açores do navio patrulha oceânico

    No continente terá mais uma corveta na zona marítima do norte, de uma corveta em Sines, de uma fragata em prontidão de duas horas na Base Naval de Lisboa e de três lanchas de fiscalização rápidas na costa sul do Algarve.

    Também a Autoridade Marítima Nacional, através das capitanias dos portos, das estações salva-vidas e dos meios marítimos da Polícia Marítima manter-se-ão em elevado estado de prontidão e de prevenção, prontas a responder a situações que impliquem a sua pronta intervenção.

    A zona de salvamento da Marinha corresponde a 63 vezes o território nacional e por dias circulam na costa portuguesa cerca de 200 navios.

    O encontro com os jornalistas decorreu no Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa, localizado na Base Naval, no Alfeite, com o objectivo de dar um ponto da situação actualizado sobre o dispositivo de resposta da Marinha.

    Fotografia: Praia do Norte

    Para acompanhar e confirmar live esta tempestado bem como ficar a par dos dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • ondas
  • ondas gigantes
  • ondas grandes
  • Ondulação
  • Aviso Laranja
  • Tempestade
  • hércules
  • Instituto Português do Mar e da Atmosfera
  • Marinha Portuguesa
pub
similar News
similar
outubro 21
Costa da Morte, na Galiza, quer ser Reserva Mundial de Surf
outubro 21
Salvamentos aumentaram nas praias portuguesas na época balnear de 2020
outubro 21
Primeira ondulação grande da temporada deverá entrar na Nazaré a partir de domingo
outubro 21
Circuito Regional da Madeira SUP Race arrancou em grande estilo
outubro 21
Bodyboard: Título nacional feminino vai decidir-se na Póvoa de Varzim
outubro 19
Bernardo Jerónimo, o único português a competir no Frontón King, já está na 3ª ronda
outubro 20
Depressão Bárbara: Aviso vermelho alargado a mais 3 distritos do continente
pub