Homepage

powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Uma imagem poderosa que tão depressa não vão esquecer
  • João Kopke foi protagonista de um dos fenômeno mais virais deste ano, ao surfar ao lado da Torre de Belém, em pleno Tejo, durante a ondulação provocada pela tempestade “Dóris”. E agora, o surfista “top 16” nacional revela, num trabalho “White Flag Productions” os bastidores da iniciativa.

    Desde o receio a “ir preso” à certeza que aquela seria uma história inesquecível, do nervosismo à euforia, acompanhamos de forma intimista a viagem de Kopke por um dos momentos mais curiosos e divertidos do surf nacional.

    Consultem aqui o report de ondas para esta semana

    “Foi inesquecível. Fui surfar ali para experimentar sensações que nunca tive e mostrar uma história de surf diferente. A verdade é que nunca pensei que se tornasse tão viral, mas acaba por ser gratificante pois mostra que as pessoas viram o mesmo que eu naquele moimento: uma imagem poderosa que tão depressa não vão esquecer. Eu, pelo menos, sei que nunca esquecerei”, confessa João Kopke.

    Sem dúvida uma surfada para a "História"

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • João Kopke
  • Torre de Belém
  • Surf
  • Portugal
  • turismo de portugal
similar News
similar
dezembro 06
Próximos dias trazem chuva, vento e muita agitação marítima. São os efeitos colaterais da depressão Barra
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu rumo ao Mundial de Pismo Beach
dezembro 03
Mick Fanning: “Ainda não descartei regressar à competição”
dezembro 02
Está de volta o Circuito de Bodyboard da Ericeira!
dezembro 02
Matosinhos Surf School Cup segue para a Praia de Matosinhos
dezembro 02
Avistadas caravelas-portuguesas em diversas praias do continente e nos Açores
dezembro 03
Os dias de sol e céu azul estão de partida: o tempo cinzento regressa no primeiro fim de semana de dezembro