Homepage

  • Almaraz: Rio Tejo continua em risco
    14 fevereiro 2017
    arrow
    arrow
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A par da Fenosa, a Iberdrola e a Endesa exploram a central nuclear de Almaraz...
  • Depois da azáfama da semana passada, em torno das descargas e poluição do Rio Tejo, eis que a Iberdrola e a Endesa recusaram vir a Parlamento prestar esclarecimentos sobre a central nuclear de Almaraz. Esta recusa é anunciada no mesmo dia em que foi cancelada sem aviso, a visita de uma delegação portuguesa da Ordem dos Engenheiros à central espanhola.

    A audição das duas empresas estava prevista para amanhã na Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação. A par da Fenosa, com uma participação mais pequena, a Iberdrola como a Endesa exploram a central de Almaraz.

    Contudo, as empresas negaram o pedido dos deputados, remetendo todas as explicações para o Agrupamento de Interesse Económico das Centrais de Almaraz-Trillo, que detém a autorização de exploração de Almaraz.

    O Agrupamento respondeu "em minutos" ao requerimento dos deputados, "a dizer que há um processo contencioso a decorrer entre dois Estados-membros e que acha que iria interferir nessa questão", o que não desejava, conta em declarações à revista Sábado o presidente da Comissão Parlamentar, Pedro Soares.

    "Ninguém quer que interfiram nas questões que têm a ver com os Estados-membros. Queremos saber qual é a estratégia deles para Almaraz, se há a perspectiva de prolongar o tempo de vida da central ou não. Não era para se pronunciarem sobre o diferendo", afirma Soares. "São empresas que têm interesses cá em Portugal. Deviam ter alguma responsabilidade de responder aos cidadãos portugueses, a um órgão de soberania. Mas têm uma atitude de certo modo pouco colaborante com o Parlamento."

    A Iberdrola quer investir 1500 milhões de euros até 2023 na construção de três barragens em Portugal: Daivões, Gouvães e Alto Tâmega. A Endesa tem cerca de 170 mil clientes de electricidade e 30 mil de gás natural no nosso país.

    Quando questionado sobre a recusa da gestora de Almaraz em receber uma delegação de engenheiros portugueses, Pedro Soares considerou que as empresas "estão a bloquear qualquer forma de diálogo com Portugal".

    Parece que ainda não é desta que o nosso Rio Tejo vai ter descanso...

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram | Fonte: Sábado

Tags
  • Rio Tejo
  • Almaraz
  • central nuclear
  • Poluição
  • endesa
  • Iberdrola
  • Agua
similar News
similar
setembro 22
Onda californiana de San Miguel a salvo de possível extinção
setembro 22
Há uma nova onda na Indonésia: é gerada por um navio encalhado e repete história do século XX
setembro 20
Kanoa Igarashi, de vice-campeão mundial ISA à prata olímpica em casa
setembro 22
Abriram as inscrições para o Campeonato Nacional de Surf Esperanças Sub-14
setembro 22
Exposição Viva celebra 1ª edição do Programa Atlantis no Dia Nacional da Água
setembro 21
Época balnear em Espinho prolongada até 26 de setembro
setembro 22
Nível do mar continua a subir a um ritmo alarmante