Homepage

  • Obama o Presidente do Oceano
    09 janeiro 2017
    arrow
    arrow
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Tudo somado, o presidente Obama aumentou a quantidade de zonas marítimas protegidas em torno dos EUA em quatro vezes
  • No inicio do ano, o The Atlantic (um dos mais conceituados serviços de informação dos EUA) nomeou o presidente Barack Obama como "o presidente do oceano" , não apenas porque passou a maior parte da sua juventude a fazer bodysurf no Havaí (mais propriamente em Sandy Beach), mas também porque durante todo o seu tempo na Casa Branca, Obama tem protegido mais terra e mar do que qualquer outro presidente na história dos EUA. 

    De acordo com o artigo, durante muitos de seus discursos como POTUS (President of the United States), Obama deixou claro que a conservação dos oceanos não seria tomada de ânimo leve. "Embora sejam os contornos dos nossos oceanos que moldam a nossa linha costeira, é o que decidimos e fazemos agora que moldará o futuro de nossos oceanos", disse certa vez. "Passei a minha infância naquelas praias, olhando para o oceano sem fim, e sentia-me pequeno face a sua imensidão. Sei que, na eventualidade de uma disputa entre nós e os oceanos, os oceanos vão ganhar de uma forma ou de outra. Então nós que temos que nos adaptar, não o contrário." 

    A peça passa a listar muitos dos passos que ele levou para a preservação do oceano. Em 2014, A decisão do Presidente Barack Obama multiplicou por seis a extensão da área associada ao Monumento Nacional Marinho das Ilhas Remota do Pacífico, um dos ambientes tropicais marinhos mais imaculados do planeta, que o antigo Presidente George W. Bush tinha declarado monumento nacional em 2009.. Obama também quadruplicou o tamanho do Monumento Nacional Marinho Papahānaumokuākea no Havaí, que é o lar de milhares de espécies marinhas e actualmente tem o dobro do tamanho do Texas (que é só um dos maiores estados norte-americanos). 

    Em setembro de 2016, o presidente Obama montou o primeiro monumento marinho na costa de Cape Cod, que protegerá os cachalotes e os velhos corais que existem nas redondezas. Um mês depois, persuadiu o governo chinês a juntar-se aos EUA e 23 governos adicionais no estabelecimento da maior área protegida marinha do mundo na Antártica. Mais recentemente, ele e sua administração estabeleceram uma proibição por tempo indefinido de perfuração de petróleo em partes do Oceano Atlântico e Ártico e estabeleceram uma Ordem Executiva proibindo a pesca de arrasto pelo fundo, e parcialmente proibindo a exploração de petróleo e gás na costa oeste do Alasca. 

    Tudo somado, o presidente Obama aumentou a quantidade de zonas marítimas protegidas em torno dos EUA em quatro vezes, o que é uma notícia positiva para quem vive perto do oceano, navega no oceano ou consome produtos que vêm do oceano. Numa época em que as mudanças climatéricas e outros factores estão a fazer com que nossos oceanos aqueçam e se acidifiquem, esses tipos de resultados provam que nunca, foi mais importante apoiar figuras políticas e decisores políticos a favor da promoção da saúde dos oceanos que dos quais dependemos como seres humanos.

    Foto - Alex Brandon / AP

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Barack Obama
  • potus
  • Oceano
  • Preservação
  • EUA
  • portugal
pub
similar News
similar
abril 03
Liga MEO Surf Super Ranking – Quem foi o melhor surfista da década?
abril 03
Fim de semana será de chuva em todo o país
abril 02
Câmara de Sesimbra interdita acesso às praias do concelho
abril 02
Quarentena afasta curiosos da reprodução das tartarugas-oliva na Índia
abril 03
Não resistiu ver Malibu a quebrar perfeito e… acabou detido
abril 02
Dezenas de tartarugas-de-pente nascem numa praia brasileira deserta
abril 02
Poluição do ar também cai abruptamente na Índia
pub