Homepage

  • Gabriel Medina pede #jogolimpo
    18 janeiro 2017
    arrow
    arrow
  • O primeiro brasileiro campeão mundial de surf é um dos protagonistas da ação antidoping...
  • A estrutura do Instituto Gabriel Medina, em Maresias, serviu de cenário para o próprio Gabriel Medina participar das gravações da campanha #JOGOLIMPO, da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), do Ministério do Desporto. O primeiro brasileiro campeão mundial de surf é um dos protagonistas da ação antidoping, ao lado da judoca Rafaela Silva, do nadador paralímpico, Daniel Dias, e do técnico de vólei, José Roberto Guimarães.

    Depois do trabalho, Gabriel aproveitou para falar da satisfação em ver o Instituto praticamente pronto. A inauguração está marcada para o dia 31 de janeiro.

    De frente para o mar, a instituição está instalada na Praia de Maresias, em São Sebastião. Foi construída com recursos próprios do surfista e conta com toda a estrutura de treinos que o atleta utiliza. Os atletas atendidos terão à disposição academia, piscina, cama elástica (para treinos dos aéreos) e até um palanque, para simulações de disputas. Há ainda uma área médica, sala de informática e auditório para palestras e aulas de idiomas.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Surf
  • Gabriel Medina
  • JogoLimpo
  • Brasil
  • Desporto
  • Fair play
  • Instituto Gabriel Medina
similar News
similar
dezembro 08
Quemao Class recebe luz verde para o início da próxima semana
dezembro 07
A primeira fotografia de João Chianca no hospital após acidente em Pipeline
dezembro 07
Afinal, os oceanos podem armazenar mais carbono do que se julgava
dezembro 07
2023 vai ser o ano mais quente registado na Terra
dezembro 07
Paris'2024: Teste para construção de torre olímpica danifica recife de coral em Teahupoo
dezembro 07
Chuva: sobe para quatro número de distritos sob aviso laranja esta quinta-feira
dezembro 06
Açores querem ser 'referência mundial' na sustentabilidade do mar