Homepage

  • Costa portuguesa: Ondas podem atingir os 14 metros
    31 janeiro 2017
    arrow
    arrow
  • Segundo o IPMA, todo o litoral do continente estará em aviso devido às ondas que podem atingir os 12 a 14 metros de altura...
  • A costa portuguesa vai estar em aviso laranja, o segundo mais grave, a partir das 12:00 de quinta-feira por causa da forte agitação marítima, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

    Segundo o IPMA, todo o litoral do continente estará em aviso laranja devido às ondas de noroeste, que podem atingir os 12 a 14 metros de altura.

    Consulta aqui a previsão XXXL de ondas para esta semana!

    Este aviso começa por ser amarelo a partir das 08:00 de quinta-feira e passa a laranja pelas 12:00, prolongando-se até às 06:00 de sexta-feira.

    O IPMA colocou ainda em aviso amarelo a costa norte da ilha da Madeira a partir das 15:00 de quinta-feira, igualmente devido à agitação marítima, com ondas de noroeste de quatro a cinco metros, tal como em toda a ilha de Porto Santo. Este aviso prolonga-se até às 07:00 de sexta-feira.

    Na segunda-feira, o IPMA tinha alertado para a previsão de vento e agitação marítima fortes para os Açores na quarta e na quinta-feira.

    Segundo informação da delegação regional dos Açores do IPMA, "uma depressão frontal a noroeste do arquipélago, com deslocamento para leste, deverá desenvolver ventos com força de furacão e ondulação forte que se deverá propagar para a região do arquipélago dos Açores, afetando principalmente as costas expostas a norte, noroeste e oeste das ilhas mais a norte", Corvo, Flores e Graciosa.

    "Esta situação afetará inicialmente as ilhas do grupo ocidental, Corvo e Flores, especialmente entre as 05:00 de quarta-feira e as 18:00 de quinta-feira (mais uma hora em Lisboa)", referiu.

    Neste grupo, as ondas de noroeste poderão atingir 12 metros de altura e uma onda máxima de 21 metros, sendo que "o vento será de oeste muito forte (65-75 km/h), com rajadas até 110 km/h, entre as 11:00 e as 23:00 de quarta-feira".

    A Marinha Portuguesa e a Autoridade Marítima Nacional alertaram na segunda-feira para o agravamento severo do estado do mar a partir de quarta-feira, nos Açores, e de quinta-feira, no continente, aconselhando a tomada de medidas de prevenção.

    Segundo a Marinha Portuguesa, este agravamento é considerado de "risco", pelo que devem ser tomadas medidas de prevenção por todos aqueles que se encontram no mar, nas infraestruturas portuárias e outras áreas ao longo da costa.

    De acordo com a Marinha, a forte ondulação fecha hoje à navegação três barras do continente e condiciona outras cinco ao tamanho das embarcações.

    As barras de Caminha, Vila Praia de Âncora e Esposende estão hoje fechadas a toda a navegação, enquanto as barras da Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Aveiro, Fogueira da Foz e São Martinho do Porto estão condicionadas ao tamanho das embarcações.

    Estão ainda condicionadas as barras das Lajes do Pico e da Madalena do Pico, na ilha açoriana do Pico.

    Fotografia: Agitação na Praia do Norte da Nazaré

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • meteorologia
  • ondas
  • mar
  • Agitação marítima
  • Instituto Português do Mar e da Atmosfera
  • Marinha
  • Portugal
  • ondas grandes
  • fevereiro
  • Inverno
similar News
similar
setembro 28
Mercedes-Benz vai celebrar o Dia Mundial do Mar com a temática Nazaré
setembro 28
Praia do Seixal consagrou vencedores da 4ª etapa do Regional de SUP Race da Madeira 2022
setembro 28
Praia de Matosinhos vai receber iniciativa 'Surf Adaptado'
setembro 28
Projeto TransforMAR recolheu 67 toneladas de plástico e metal das praias portuguesas este verão
setembro 28
AON Titan Trophies 2022 terminou nas ondas de Leça da Palmeira
setembro 27
The Surf Experience vai celebrar 30º aniversário com festival de música em Lagos
setembro 27
David Raimundo: 'A Seleção Nacional de Surf mostrou ao mundo uma vez mais o valor do surfista português'