Homepage

  • Junta-te à Wings For Life World Run
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
Tags
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Junta-te à Wings For Life World Run
  • O Beachcam.pt inspirado pela causa Wings For Life e pelos embaixadores Portugueses, entre eles o nosso querido amigo Nuno Vitorino, juntou-se á Wings For Life World Run, e no dia 8 de Maio também estará presente no Porto para apoiar esta causa.

    No sentido de contribuirmos na pesquisa da cura da lesão na espinal-medula contamos com a vossa participação! Desta forma e para vos incentivar ainda mais, temos alguns prémios para os 3 primeiros classificados, no entanto para os poderes ganhar tens que te inscrever na nossa equipa, TEAM BEACHCAM PORTUGAL 2016.

    Estes são os passos:

    1: faz a inscrição aqui: https://registration.wingsforlifeworldrun.com/pt/pt/porto/single#/participant

    2: onde diz "Equipa" preenche com TEAM BEACHCAM PORTUGAL 2016

    3: após teres a inscrição confirmada vai a: https://teams.wingsforlifeworldrun.com/pt/pt faz uma pesquisa por TEAM BEACHCAM PORTUGAL 2016, depois apenas tens que colocar o teu e-mail e o ID DA EQUIPA 44824 e já está!

    Não te esqueças que as inscrições são até dia 4 de Maio!

    Contamos com vocês e encontramos-nos no Porto!

    Os Prémios são:

    1º lugar - Uma prancha de Surf Wanted

    2º lugar - Uma TomTom Bandit Action Cam

    3º lugar - Um fim de semana no resort Zmar Eco Experience

    Para mais informações podem nos contactar através do e-mail: geral@beachcam.pt

    Acerca

    Wings for Life World Run: Correr por aqueles que não podem.

    Tudo começou com uma simples mas intrigante ideia numa escala no aeroporto de Moscovo: E se conseguisses pôr o mundo inteiro a correr? Todas as pessoas, à escala global, no mesmo dia, à mesma hora. Uma corrida de proporções épicas em que apenas um único atleta chegaria sozinho ao final. Uma corrida mundial. Mas isso podia ser feito? Podia.

    Conhece Anita Gerhardter, CEO da Wings for Life, uma fundação de caridade cuja missão é tornar a lesão na espinal medula curável. Após dois anos de planeamento, a Wings for Life World Run viu a luz do dia - mas não sem antes adicionar uma pequena mudança. Os Carros Meta, veículos equipados com sensores, foram introduzidos para apanhar (literalmente) os participantes. Não corres em direção a uma meta, mas foges da meta que te persegue. 

    Quebrar Barreiras

    Com o conceito de corrida estabelecido, os Carros Meta passam para a pole position na mente dos participantes. Foi necessário implementar novas tecnologias para que milhares de corredores por todo o mundo estejam classificados de forma justa. Para assegurar que a corrida termina mesmo, o Carro Meta aumenta a sua velocidade de acordo com os intervalos de tempo estabelecidos até apanhar o último participante.

     

    Nuno Vitorino

    Ser Global

    No dia 4 de maio de 2014, uma equipa de cronometristas e técnicos, experts de media e comunicação estiveram reunidos em Spielberg, Áustria, no Global Race Control, todos com o coração nas mãos. Após dois anos de experiência, aqueles segundos da contagem decrescente para a partida foram os mais longos e tranquilos em meses. Será que irá correr sem problemas?

    Com a partida da corrida vêm, igualmente, os sorrisos. Imagens e histórias por todo o mundo chegaram ao Global Race Control. Foi um dia de vitórias, desde o primeiro homem a ser apanhado em Hennebont, França, aos 5km, até à "bailarina rosa" na Áustria, ou ainda às equipas de participantes a correr na Austrália e na África do Sul, partilhando a experiência nas redes sociais.

    Desde o início, um dos objetivos da Wings for Life World Run foi conseguir que o maior número possível de pessoas no mundo corressem ao mesmo tempo, portanto em 2015 introduzimos a Selfie Run, dando aos participantes a possibilidade de usar a aplicação da Wings for Life World Run e de correr noutros locais. Desde o Círculo Polar Ártico até à pradaria Canadiana, centenas de participantes juntaram-se para "correr por aqueles que não podem", incluindo a estrela de Fórmula 1 Daniel Ricciardo, que percorreu sozinho 12.56km no Mónaco com o seu dorsal #1.

    Os corredores nos locais oficiais ficaram entusiasmados por estarem lado a lado com celebridades como o piloto britânico Mark Webber em Silverstone, o Presidente da Eslovénia Borut Pahor em Liubliana e o Príncipe dos EAU Abdulaziz Turki Al Faisal no Dubai.

     

    Embaixadores

    Deixar o Melhor para o Fim

    Mas, para muitos, o melhor momento foi o fim, quando os Carros Meta, conduzidos por personalidades famosas, apanham os participantes. Que melhor maneira de acabar uma corrida do que ser aplaudido e apoiado pelo piloto de Fórmula 1 David Coulthard, pelo campeão do Dakar Marc Coma ou o saltador do projeto Stratos Felix Baumgartner?

    Combinação Vencedora

    Da corrida diverida para a competição mais a sério, a primeira vencedora global da Wings for Life World Run foi a norueguesa 18 anos de idade Elise Molvik, que terminou aos 54.79km. Os principais candidatos, como os ultramaratonistas Eric Ngubane, Giorgio Calcaterra e Michael Wardian lutaram pela vitória até ao fim, mas, nas duas edições a corrida foi vencida por Lemawork Ketema, ambas as vezes apertado pelo peruano Remigio Quispe. O ano de 2015 viu também o primeiro vencedor nacional a ser um competidor em cadeira de rodas. Aron Anderson levou o título nacional na Suécia com 64.82km percorridos na sua cadeira de rodas.

    Em dois anos desde o seu início, 136.677 pessoas participaram em mais de 40 localizações, angariando mais de 7 milhões de Euros em todo o mundo para ajudar na pesquisa da cura da lesão na espinal medula.

    O que é que o futuro reserva

    Desde o início, a Wings for Life World Run tem sido orgânica, crescendo das menos esperadas e mais excitantes formas. Uma corrida focada em obter corredores de todos os cantos do globo para correr por aqueles que não podem? Porque cada indivíduo que corre por aqueles que não podem ajudam a dar um passo em frente para a cura da lesão na espinal medula.

    _________

    Nota: Para dar início ao passatempo, temos que ter no mínimo 10 participantes.

Tags
pub
similar News
similar
julho 10
Projeto TransforMAR está de regresso às praias nacionais e vai ajudar 15 IPSS
julho 10
Praia da Parede continua interdita a banhos
julho 10
Fluxo anormal de água atinge acesso da Praia de Carcavelos
julho 10
Novo fim de semana com muito calor a caminho
julho 10
Okahina, a quarta tecnologia de ondas que promete três piscinas em França
julho 09
Os banhos estão interditos na Praia da Parede
julho 10
Praia no Rio de Janeiro? Só depois de haver vacina para a Covid-19
pub