Homepage

  • Surfistas alertam para perigos de redes e âncoras na praia
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • Está na hora de colocar um fim à prática de colocação de redes de pesca e âncoras junto à praia!
  • As âncoras e redes lançadas por pescadores na Praia da Barra, em Ílhavo, põem em perigo surfistas ou banhistas que aproveitem as temperaturas amenas para banhos no mar, alertou ontem o Movimento “Não Lixes…”.

    O representante do movimento, que é também professor de surf, denunciou ao Diário de Aveiro que, durante a manhã deste sábado, “foram detectadas por alguns surfistas várias redes e âncoras em zonas interditas à sua colocação, pela proximidade da praia”. “Esta situação é de elevado perigo para a integridade física de qualquer pessoa que frequente a praia, pode inclusive ser causa de morte”, considera Fernando Jorge Paiva, sublinhando que o movimento que dinamiza não está contra os pescadores. “O que pretende é que sejam respeitadas as zonas legais para colocação deste tipo de redes e que seja sempre salvaguardada a segurança de todos os frequentadores da praia”, ressalva.

    Está na hora de colocar um fim à prática de colocação de redes de pesca e âncoras junto à praia. A situação representa um risco extremo para a integridade física de crianças e adultos que usufruem da praia durante todo o ano.

    Fotos na Praia da Barra, sábado, dia 12 de Março de 2016.

Tags
  • Pescadores
  • surfistas
  • Praia da Barra
  • Aveiro
  • ilhavo
  • surf
  • redes
  • ancoras
  • pesca
  • âncoras
similar News
similar
novembro 28
Níveis de poluição em Lisboa são superiores ao tolerado pela OMS
novembro 28
Ondas até 5 metros deixam oito distritos sob aviso amarelo
novembro 25
Sol fica só até sábado: chuva volta no domingo
novembro 28
Vincent Duvignac, o rei de Hossegor voltou ao trono!
novembro 24
Seleção Nacional de Surf Adaptado quer medalhas no Mundial ISA 2022
novembro 24
Prolongado aviso de agitação marítima na Madeira
novembro 23
O que esperar do grande swell que vai entrar na Nazaré?