Homepage

  • Surfistas alertam para perigos de redes e âncoras na praia
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • Está na hora de colocar um fim à prática de colocação de redes de pesca e âncoras junto à praia!
  • As âncoras e redes lançadas por pescadores na Praia da Barra, em Ílhavo, põem em perigo surfistas ou banhistas que aproveitem as temperaturas amenas para banhos no mar, alertou ontem o Movimento “Não Lixes…”.

    O representante do movimento, que é também professor de surf, denunciou ao Diário de Aveiro que, durante a manhã deste sábado, “foram detectadas por alguns surfistas várias redes e âncoras em zonas interditas à sua colocação, pela proximidade da praia”. “Esta situação é de elevado perigo para a integridade física de qualquer pessoa que frequente a praia, pode inclusive ser causa de morte”, considera Fernando Jorge Paiva, sublinhando que o movimento que dinamiza não está contra os pescadores. “O que pretende é que sejam respeitadas as zonas legais para colocação deste tipo de redes e que seja sempre salvaguardada a segurança de todos os frequentadores da praia”, ressalva.

    Está na hora de colocar um fim à prática de colocação de redes de pesca e âncoras junto à praia. A situação representa um risco extremo para a integridade física de crianças e adultos que usufruem da praia durante todo o ano.

    Fotos na Praia da Barra, sábado, dia 12 de Março de 2016.

Tags
  • Pescadores
  • surfistas
  • Praia da Barra
  • Aveiro
  • ilhavo
  • surf
  • redes
  • ancoras
  • pesca
  • âncoras
pub
similar News
similar
novembro 19
Mais de duas toneladas de plástico recolhido durante o verão
novembro 19
Ondas grandes devem regressar amanhã à Nazaré
novembro 20
Gelo pode desaparecer do Ártico dentro de 25 anos
novembro 18
Nic von Rupp nomeado para os Surfer Awards de 2019
novembro 20
Videovigilância irá proteger os cavalos-marinhos da Ria Formosa
novembro 20
Praia na Sardenha passará a ser paga e com lotação limitada
novembro 20
Martim Paulino conquista o título nacional de esperanças Sub-16