Homepage

  • Espetáculo de Surf na Austrália com Fanning e Medina de fora
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • Com uma atuação de alto nível na quarta ronda, Filipe Toledo garantiu a sua vaga nos quartos-de-final do Quiksilver Pro Gold Coast
  • Com uma atuação de alto nível na quarta ronda, o brasileiro Filipe Toledo garantiu a sua vaga nos quartos-de-final do Quiksilver Pro Gold Coast e segue firme na luta pelo bicampeonato da etapa em Snapper Rocks, Austrália.

    Em ondas de 1 metro e formação regular, Filipinho venceu os dois confrontos que disputou nesta segunda-feira, coroando inclusive uma das suas performances com uma nota 10.

    Filipe já havia despachado o novato australiano Ryan Callinan com facilidade na terceira ronda e voltou com tudo ao outside para encarar o local Joel Parkinson e o norte-americano Conner Coffin.

    Inspirado, o brasileiro arrancou notas 9.17, 9.20 e 10 nas suas melhores ondas, deixando os adversários perdidos na água. Para obter a nota máxima, o brasileiro trucidou uma onda variando bastante as manobras, entre elas um aéreo rodado e uma pancada chutando o tail na finalização.

    Parko até surfou bem e somou 6.83 e 8.60, mas não conseguiu reduzir a vantagem de Filipinho. Já Conner terminou em terceiro com 5.50 e 6.03.

    "Eu ainda estou tremendo vendo essas ondas, porque é muito perfeito", disse Toledo. "Eu estou super empolgado e não posso esperar para voltar à água novamente. Quero continuar com boas notas e indo bem nas baterias. A prancha está incrível, então estou me sentindo confiante e me divertindo mais em cada bateria", falou.

    Na última bateria do round 3, Gabriel Medina foi eliminado pelo australiano Stuart Kennedy num duelo que pegou fogo e terminou com o placar de 16.80 a 16.53.

    Enquanto o australiano tentava inverter a direção da prancha nas manobras, o brasileiro surfava como uma máquina de backside, atacando sem parar o lip com muita potência. O público na praia foi ao delírio e os juízes tiveram muito trabalho. Com 8.50 e 8.30, Stuart levou a melhor sobre Medina, que descolou um 8.00 e um 8.53 nas duas melhores ondas.

    “Eu adoro surfar contra os melhores caras. Isso puxa o meu surfe a outro nível depois de estar há tantos anos no QS”, diz Stuart. “Eu apenas sabia que poderia pegar algumas boas ondas e deixar o meu surfe falar. Tem sido um trabalho árduo chegar a esse nível, mas estou amarradão por ter a oportunidade de ser alternate (suplente) e espero que possa ter mais chances durante o ano. Vencer dois desses caras, Kelly e Medina, é como um sonho que se torna realidade, com certeza”, revela o australiano.

    Quiksilver Pro Gold Coast Remaining Round 2 Results:
    Heat 11:
    Caio Ibelli (BRA) 12.17 def. Jack Freestone (AUS) 10.80
    Heat 12: Kolohe Andino (USA) 13.97 def. Matt Banting (AUS) 12.23

    Quiksilver Pro Gold Coast Round 3 Results:
    Heat 1:
    Filipe Toledo (BRA) 16.60 def. Ryan Callinan (AUS) 5.00
    Heat 2: Joel Parkinson (USA) 14.83 def. Jadson Andre (BRA) 13.66
    Heat 3: Conner Coffin (USA) 14.04 def. Italo Ferreira (BRA) 13.83
    Heat 4: Caio Ibelli (BRA) 11.83 def. Josh Kerr (AUS) 7.60
    Heat 5: Matt Wilkinson (AUS) 12.40 def. Taj Burrow (AUS) 12.07
    Heat 6: Adriano de Souza (BRA) 16.17 def. Mikey Wright (AUS) 14.04
    Heat 7: Sebastian Zietz (HAW) 14.50 def. Mick Fanning (AUS) 12.50
    Heat 8: Adrian Buchan (AUS) 15.43 def. Wiggolly Dantas (BRA) 13.70
    Heat 9: Kolohe Andino (USA) 16.80 def. Nat Young (USA) 15.53
    Heat 10: Kanoa Igarashi (USA) 13.30  def. Jeremy Flores (FRA) 12.83
    Heat 11: John John Florence (HAW) 15.90 def. Michel Bourez (PYF) 11.84
    Heat 12: Stuart Kennedy (AUS) 16.80 def. Gabriel Medina (BRA) 16.53

    Quiksilver Pro Gold Coast Round 4 Match-Ups:
    Heat 1:
    Filipe Toledo (BRA) 19.20, Joel Parkinson (AUS) 15.43, Conner Coffin (USA) 11.53
    Heat 2: Matt Wilkinson (AUS) 14.10, Adriano de Souza (BRA) 11.80, Caio Ibelli (BRA) 10.50

    Quiksilver Pro Gold Coast Remaining Round 4 Match-Ups:
    Heat 3:
    Sebastian Zietz (HAW), Adrian Buchan (AUS), Kolohe Andino (USA)
    Heat 4: Kanoa Igarashi (USA), John John Florence (HAW), Stuart Kennedy

    Fotografias: WSL

Tags
  • Snapper Rocks
  • Austrália
  • Surf
  • World Surf League
  • Adriano de Souza
  • gabriel medina
  • filipe toledo
  • Mick Fanning
  • World Championship Tour
pub
similar News
similar
março 30
Empresários de Cascais lançam iniciativa que pode ajudar as escolas de surf
março 30
COI mantém qualificação de Tóquio’2020 para 2021
março 30
Municípios de Albufeira e Loulé condicionam acesso às praias
março 30
Alex Botelho concede primeira entrevista após acidente na Nazaré
março 30
FPS à caça dos talentos do futuro
março 30
Semana começa chuvosa e fria
março 27
Está a chegar o horário de Verão!