Homepage

  • Muito frio e quatro distritos sob aviso amarelo
    27 dezembro 2016
    arrow
    arrow
  • O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje...
  • De acordo com o Instituto, os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu e Guarda estão hoje sob aviso amarelo devido ao nevoeiro persistente, podendo dissipar temporariamente em alguns locais, até às 15:00 de hoje.

    Previsão de surf para esta semana

    O aviso amarelo é emitido pelo IPMA quando há risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

    O IPMA prevê para hoje nas regiões do norte e centro do continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se muito nublado e com neblina ou nevoeiro no nordeste transmontano e na parte norte da Beira Alta até final da manhã, podendo persistir em alguns locais.

    A previsão aponta ainda para vento em geral fraco do quadrante leste, soprando temporariamente moderado nas terras altas e formação de geada, em especial no interior.

    No sul prevê-se céu pouco nublado ou limpo, apresentando temporariamente períodos de maior nebulosidade, por nuvens altas, no Algarve e Baixo Alentejo, vento em geral fraco do quadrante leste, soprando temporariamente moderado na costa sul e nas terras altas, formação de geada em alguns locais do interior e neblina ou nevoeiro matinal nas regiões do interior.

    Em Lisboa as temperaturas vão oscilar entre 06 e 14 graus Celsius, no Porto entre 06 e 16, em Vila Real entre 0 e 09, em Viseu entre 03 e 13, em Bragança entre 0 e 10, na Guarda entre 0 e 08, em Castelo Branco entre 03 e 14, em Coimbra entre 04 e 15, em Santarém entre 04 e 16, em Évora entre 03 e 16, em Beja entre 05 e 16 e em Faro entre 09 e 18.

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê para hoje na costa Ocidental ondas de noroeste com 1,5 a 2,5 metros e na costa ondas de sueste inferiores a um metro, sendo de sudoeste com um metro junto ao cabo de São Vicente.

    Açores com aviso devido a agitação marítima

    Por causa da agitação marítima, a Marinha portuguesa alertou na segunda-feira a comunidade marítima e a população do arquipélago dos Açores para a previsão de ventos fortes e agravamento do estado do mar, em especial do grupo ocidental e central.

    A Marinha recomenda o reforço da amarração e uma vigilância cuidada das embarcações atracadas, bem como a consulta regular dos avisos à navegação e da previsão meteorológica e outras informações sobre a praticabilidade dos portos", junto das respetivas capitanias.

    Em comunicado, a Marinha aconselhou também que as pessoas evitem sair para o mar até que as condições melhorem.

    Segundo a Marinha, as ondas podem atingir os sete metros de altura e terão maior "incidência no grupo ocidental e central a partir do fim da manhã de terça-feira".

    A situação vai manter-se em grandes alterações até ao final da manhã de quinta-feira (29 de dezembro).

    No comunicado, é aconselhado aos pescadores lúdicos para evitarem pescas em zonas de "arriba nas frentes costeiras" e à população em geral que evite passear junto à costa ou aproximar-se da rebentação.

    O grupo ocidental inclui as ilhas das Flores e do Corvo e o grupo central inclui as ilhas do Pico, Terceira, Graciosa, São Jorge e Faial.

    Fotografia: Ericeira Surf Clube

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Frio
  • Aviso Amarelo
  • Chuva
  • ipma
  • Instituto Português do Mar e da Atmosfera
  • temperaturas
  • Agitação marítima
  • Dezembro
pub
similar News
similar
abril 05
Parque de Campismo oferece 1000 noites aos profissionais de saúde
abril 03
Liga MEO Surf Super Ranking – Quem foi o melhor surfista da década?
abril 03
Fim de semana será de chuva em todo o país
abril 02
Câmara de Sesimbra interdita acesso às praias do concelho
abril 02
Quarentena afasta curiosos da reprodução das tartarugas-oliva na Índia
abril 03
Não resistiu ver Malibu a quebrar perfeito e… acabou detido
abril 02
Dezenas de tartarugas-de-pente nascem numa praia brasileira deserta
pub