Homepage

  • XI Estoril Surf Festival Longboard
    29 novembro 2016
    arrow
    arrow
  • Fonte
    comunicado de imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Juventude domina o Longboard Nacional.
  • Terminou da melhor forma o XI Estoril Surf Festival. Com ondas pequenas e perfeitas os melhores longboarders nacionais lutaram até ao último segundo pela vitória na etapa. No sábado, devido às condições existentes a organização arriscou e pela primeira vez em onze anos decidiu em conjunto com os atletas e o staff técnico não colocar a prova na água. Assim, no domingo com o sol a nascer, dois palanques permitiam o arranque da prova na praia de Carcavelos com a categoria Open. Com o título já atribuído ao atleta da linha João Dantas a pressão parecia afastada. No entanto, as condições de prática eram de tal forma exigentes, que o nível técnico e as estratégias utilizadas em cada bateria foram sempre decisivos na passagem para as fases seguintes.

    Diogo Gonçalves e João Dantas destacavam-se dos restantes com técnicas de nose ride perfeitas aproveitando cada centímetro de onda para gerar velocidade. Na final Diogo levou a melhor e bateu o mais novo Bi-Campeão Nacional de Longboard, João Dantas. Em terceiro e quarto lugar ficaram os dois atletas do norte, Ruben Silva e Sebastião Maia.

    Em Sub 18 o título também já não podia fugir ao atleta João Gama. Este decidiu não competir nesta categoria porque a partir da próxima quinta-feira irá representar a selecção nacional no Euro Surf 2016 que se realiza em Marrocos. Isaac Felizardo venceu pela primeira vez uma prova com “noses” longos até à areia, deixando em segundo lugar a Kathleen Barrigão, em terceiro José Mestre, que devido a uma interferência ficou arredado da luta pela vitória e em quarto um surpreendente António Dantas, o irmão mais novo do Bi-Campeão Nacional Open.

    Na categoria feminina o título era decidido pelo resultado obtido nesta prova e a grande surpresa aconteceu. Raquel Bento sentou-se lá fora e esperou pelas ondas maiores. As outras atletas disputavam ondas mais pequenas somando scores baixos, deixando a disputa do título à merce de quem apanha-se a melhor onda. E assim aconteceu, Raquel apanhou as maiores e melhores ondas, levando a sua Lufi até à areia e demonstrado que os treinos na Caparica com o vice-campeão Mundial, Rodrigo Shapier, fizeram evoluir o seu Surf nesta modalidade de técnica apurada. Kathleen Barrigão ficou em segundo lugar e as atletas da Ericeira Manuela Gonçalves e Filipa Tavares, em terceiro e quarto respectivamente.

    Fecha mais um ano de competições de Surfing em Portugal e o nível dos atletas nas diversas especialidades e categorias é cada vez melhor. Venha 2017.

    A todos os que ajudara a realizar este evento, o Surfing Clube de Portugal agradece o empenho e dedicação.

    Mais informações e fotos em https://www.facebook.com/surfingclubeportugal/

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

     

Tags
  • longboard
  • Estoril Surf Festival longboard
  • estoril
  • surf
  • portugal
  • CAMPEÕES
  • Fonte
    comunicado de imprensa
pub
similar News
similar
janeiro 17
Comunidade do longboard ajuda os animais vítimas dos fogos na Austrália
janeiro 17
Agitação marítima arrasta duas pessoas na Califórnia (Vídeo)
janeiro 17
Nestlé investe 1,86 mil milhões de euros na reciclagem de plásticos
janeiro 17
Os jovens são fundamentais para a defesa dos oceanos
janeiro 10
Interferência no Canhão? João de Macedo e Everaldo Pato mostram o contrário
janeiro 16
Projeto da 'praia' ecológica no Tejo deverá ser conhecido este ano
janeiro 12
Lisboa terá uma 'praia' em pleno rio Tejo