Homepage

  • Quercus alerta para poluição no mar português
    17 novembro 2016
    arrow
    arrow
  • A poluição marinha assume várias formas, desde descargas de esgotos ilegais a óleos dos navios...
  • A Quercus insistiu nesta quarta-feira no alerta para os perigos da poluição dos oceanos, principalmente os plásticos, e realça que foram detectados mais de 750 mil objectos a boiar na zona económica exclusiva portuguesa.

    A assinalar o Dia Nacional do Mar, que se comemorou nesta quarta-feira, a associação de defesa do ambiente refere "a quantidade exorbitante de plástico existente nos mares, prejudiciais para todas as espécies animais", incluindo a espécie humana, e aponta algumas das suas consequências.

    A poluição marinha assume várias formas, de descargas de esgotos ilegais ao óleos dos navios ou grandes quantidades de resíduos sólidos que não são degradáveis, mas aquela que tem vindo a aumentar mais e a preocupar os ambientalistas relaciona-se com a presença de plásticos como garrafas, sacos ou tampas.

    Outro fantasma que assombra o nosso mar é a provável prospecção e exploração de Petróleo e Gás em Portugal, em plena altura de transição energética para sustentável à escala mundial, à qual o governo em vigor nada ainda fez para parar estes projectos incompatíveis com as metas assinadas no acordo de Paris.

    Os plásticos "causam enormes impactes negativos" pois são ingeridos pelos peixes e aves, que os confundem com alimento, provocando a sua asfixia e a contaminação dos ecossistemas marinhos.

    Esta forma de poluição acaba por chegar aos humanos, ao consumirem peixe que tem pequenos elementos de plástico no estômago.

    Perante o "grave cenário", a Quercus vem mais uma vez apelar a toda a sociedade que se mobilize em torno desta questão e "exige que sejam tomadas atitudes mais firmes pelas entidades responsáveis".

    A Quercus refere o trabalho de investigadores da Universidade de Aveiro para perceber quais as dimensões do fenómeno através da quantificação dos resíduos em águas nacionais e que estima que estejam presentes mais de 750 mil objectos a boiar na Zona Económica Exclusiva Portuguesa (ZEEP), a que se junta o lixo depositado no fundo do mar.

    "Estes valores representam uma densidade média de 2,98 detritos marinhos flutuantes, em cada quilómetro quadrado, equivalentes àqueles registados no Mar do Norte, nas águas costeiras do Japão e na Península Antártica", realça a associação.

    O Norte da ZEEP registou maior abundância de lixo em Portugal, situação que, segundo a Quercus, "pode estar interligada com o elevado número de embarcações de pesca e transporte, a trabalhar nessa zona".

    "Contudo, e para além destes números assustadores, é preciso recordar que os detritos flutuantes são apenas uma parte de todo o lixo existente nos mares", recordam os ambientalistas, acrescentando a referência a estimativas a apontar que diariamente oito milhões de toneladas de lixo terão como destino final o oceano.

    A actividade humana é a responsável pela situação e 80% da poluição marinha tem origem terrestre.

    Actualmente, cerca de 90% dos pássaros revela a presença de plásticos no organismo e estima-se que, até 2050, 99% das aves marinhas serão afectadas por este problema, e que morram cerca de 1,5 milhões de animais vertebrados – aves, peixes, mamíferos e répteis – devido à ingestão de plástico.

    Fotografia: Tubo gigante na Praia das Maçãs | Fonte: Público

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Quercus
  • Mar
  • Portugal
  • Lixo Marinho
  • Poluição
  • Poluição marinha
  • Ambiente
  • Habitat Natural
  • Oceanos
  • Plástico
  • animais
  • Natureza
pub
similar News
similar
novembro 22
Kitesurfer francês perde a vida em São Miguel
novembro 22
Descida de temperatura no radar do fim de semana
novembro 20
Martim Paulino conquista o título nacional de esperanças Sub-16
novembro 22
'Ondas de Magia' trouxe jovens açorianos às ondas de Cascais
novembro 21
Nazaré Winter Sessions powered by Mercedes-Benz - 2º Episódio
novembro 20
Gelo pode desaparecer do Ártico dentro de 25 anos
novembro 15
MEO Beachcam apresenta a Nazaré Winter Sessions powered by Mercedes-Benz