Homepage

  • Surf feminino precisa de um milagre em Maui
    14 outubro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Bianca Buitendag terá de chegar à final em Honolua Bay para ainda ter esperanças na requalificação.
  • O título mundial feminino de surf ficou decidido quando ainda falta uma etapa para o final do circuito. Contudo, o Maui Women’s Pro atrairá ainda muito interesse. Primeiro porque é disputado em Honolua Bay, uma das melhores direitas do Mundo, e depois porque ainda existem algumas contas a fazer no ranking.

    Com Tyler Wright a arrecadar o título, as atenções viram-se agora para a luta pela manutenção no Women’s World Tour. E neste campo há uma surfista em especial que corre o sério risco de cair da elite feminina mundial, mesmo sendo uma das melhores competidoras do Mundo.

    Bianca Buitendag foi top 4 mundial no ano passado e o seu poderoso surf de backside é dos mais letais do circuito. Contudo, a segunda metade de 2016 não correu nada bem à gigante sul-africana, que ocupa o 12.º posto, precisando de um verdadeiro milagre para conseguir ficar no top 10 após o evento havaiano.

    Ainda com 22 anos – completa 23 no próximo mês – e com um largo futuro pela frente, Bianca Buitendag seria uma enorme perda para o WWT. Não só pelo talento que tem, como também pela personalidade única em termos do circuito. Poucos deram pela sua queda repentina, mas agora soou o alarme.

    Bianca precisa de um milagre. Acima de tudo, é o surf feminino que também precisa dele, uma vez que a goofy africana é daquelas personagens raras no mundo do surf, onde o soul marca sempre presença. A etapa de Maui será assim decisiva para a sua continuidade na elite, onde chegou em 2013, tendo sido a rookie do ano.

    Sem competir muito no WQS, o destino de Buitendag está entregue exclusivamente ao último evento do ano do WWT. Apesar de estar somente a dois postos do cut, são já 7.150 pontos que a separam do 10.º posto da australiana Laura Enever. Algo que obriga a sul-africana a ter de chegar à final para ainda ter esperanças.

    Ainda assim, teria de esperar que Enever não passasse da 2.ª ronda e que Nikki van Dijk (11.ª) não vencesse o evento. Caso Enever chegue à 3.ª ronda, Buitendad terá de vencer em Honolua Bay. Se Laura Enever chegar aos quartos-de-final o sonho de Bianca chega ao fim. O dela e o de muitos fãs do surf mundial.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Maui Women's Pro
  • Bianca Buitendag
  • WWT
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 22
Bernardo Jerónimo avança mais uma ronda no Frontón King 2020
outubro 22
Bom Petisco Cascais Pro alimentado a 60% com energia solar
outubro 21
Costa da Morte, na Galiza, quer ser Reserva Mundial de Surf
outubro 21
Salvamentos aumentaram nas praias portuguesas na época balnear de 2020
outubro 21
Primeira ondulação grande da temporada deverá entrar na Nazaré a partir de domingo
outubro 21
Circuito Regional da Madeira SUP Race arrancou em grande estilo
outubro 21
Bodyboard: Título nacional feminino vai decidir-se na Póvoa de Varzim
pub