Homepage

  • Supertubos despertou a caminho das finais
    24 outubro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • John John pode estar a apenas um triunfo do título, embora Jordy Smith ainda tenha uma palavra a dizer.
  • Foi um dia gigante e emocionante o que Supertubos proporcionou esta segunda-feira. O MEO Rip Curl Pro Portugal voltou à ação no seu palco principal e viu muito espetáculo até aos quartos-de-final, estando a luta pelo título cada vez mais emocionante.

    Num dia recheado de notas elevadas, John John Florence foi o principal animador do dia, estando já nas meias-finais da etapa portuguesa do World Tour. Mas foi Jordy Smith, surfista que o pode impedir de chegar ao título já no nosso país, a alcançar o primeiro 10 do evento, fechando o dia com classe.

    Depois de pela manhã se cumprirem os três heats que estavam em falta da 5.ª ronda, onde Julian Wilson, Conner Coffin e Sebastian Zietz saíram vencedores, a prova entrou novamente em pausa, esperando por melhores condições. Foi já a meio da tarde que a competição retomou e rapidamente se percebeu que o melhor estava ainda para vir.

    Foi pena que as condições não tivessem alinhado uma hora antes, o que permitira ter acabado o evento hoje. Ainda assim, depois de Kolohe ter sido o primeiro a dar espetáculo ao eliminar o campeão mundial em título Adriano de Souza, vimos finalmente o melhor que Supertubos pode oferecer.

    John John Florence esteve exímio, conseguindo uma nota superior a 9 pontos e deixando Julian Wilson a precisar de 10 pontos. O havaiano dava assim mais um passo rumo ao título mundial. Kolohe é o próximo obstáculo e até pode ser o último antes de confirmada a conquista.

    Tudo está dependente de Jordy Smith, que teve uma disputa muito equilibrada com Seabass, acabando por dar a volta e vencer, graças ao primeiro 10 perfeito do campeonato. Agora, terá pela frente Conner Coffin, que eliminou Miguel Pupo. Se chegar à final e ganhar adia a decisão para o título no Havai.

    Mas se Jordy perder já nas meias-finais e John John ultrapassar Kolohe, então o título está entregue. O mesmo acontece se o sul-africano chegar à final e perder para John John Florence. A luta está ao rubro e esperamos que as duas últimas horas de campeonato encontrem condições deste nível.

    Meo Rip Curl Pro Portugal Round 5 Results:
    Heat 1:
    Adriano de Souza (BRA) 9.90 def. Joel Parkinson (AUS) 7.57
    Heat 2: Julian Wilson (AUS) 16.33 def. Michel Bourez (PYF) 6.06
    Heat 3: Conner Coffin (USA) 7.26 def. Jeremy Flores (FRA) 6.17
    Heat 4: Sebastian Zietz (HAW) 8.80 def. Stuart Kennedy (AUS) 8.43

    Meo Rip Curl Pro Portugal Quarterfinal Results:
    QF 1:
    Kolohe Andino (USA) 17.34 def. Adriano de Souza (BRA) 8.10
    QF 2: John John Florence (HAW) 16.90 def. Julian Wilson (AUS) 13.57
    QF 3: Conner Coffin (USA) 12.66 def. Miguel Pupo (BRA) 5.94
    QF 4: Jordy Smith (ZAF) 17.40 def. Sebastian Zietz (HAW) 13.56

    Meo Rip Curl Pro Portugal Semifinal Match-Ups:
    SF 1:
    Kolohe Andino (USA) vs. John John Florence (HAW)
    SF 2: Conner Coffin (USA) vs. Jordy Smith (ZAF)

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Meo Rip Curl Pro Portugal
  • World Tour
  • Supertubos
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 08
Peniche recebe o Rip Curl GromSearch 'Second Chance' 2019
outubro 11
Domingo chuvoso e descida da temperatura no fim de semana
outubro 12
Liga MEO Surf: André Ferreira vence o último Fantasy Surfer do ano
outubro 08
Liga MEO Surf: Portugal Surf Awards coroou os melhores de 2019
outubro 09
Nacional de Surf Esperanças Sub-14 encerra Wave Series 2019
outubro 09
Comissão de Notáveis do Capítulo Perfeito escolhe surfistas
outubro 11
Mais de 50 surfistas inscritos no Nacional de Esperanças Sub-14