Homepage

  • Red Bull Cliff Diving chega ao Dubai
    25 outubro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Red Bull
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Na grande noite árabe que se aproxima, os holofotes vão estar sobretudo centrados na luta pelo título feminino de 2016.
  • Com o título masculino já atribuído, a derradeira etapa de 2016 do Red Bull Cliff Diving World Series viaja no próximo fim-de-semana até ao Dubai. Trata-se de uma estreia absoluta no calendário, com a competição a decorrer no ambiente urbano da marina local. Os saltos vão acontecer pela primeira vez na história da competição à noite, com as atenções centradas da decisão do título feminino e na qualificação do Top 5 para 2017.

    O título masculino do Red Bull Cliff Diving World Series 2016 ficou entregue na última etapa ao britânico Gary Hunt, uma conquista que se repete pela quinta vez desde o lançamento do circuito em 2009. É assim um facto incontornável que Hunt se transformou na principal referência da modalidade, destronando neste papel o colombiano Orlando Duque. Este facto não significa que a temporada de 2016 tenha sido pouco competitiva – os cinco vencedores nas oito etapas até agora disputadas provam toda a vitalidade e dinâmica da competição.

    O cair do pano sobre a época de 2016 acontece já esta semana (28 de outubro), com uma estreia no Médio Oriente. A visita aos Emiratos Árabes Unidos, mais concretamente ao Dubai, está recheada de motivos de interesse – mesmo quando já é conhecido o Campeão masculino. Com toda a ação centrada no Cais 7 da Marina local, num ambiente claramente urbano e sofisticado, esta será a primeira competição da história do Red Bull Cliff Diving World Series a decorrer durante a noite.

    Na grande noite árabe que se aproxima, os holofotes vão estar sobretudo centrados na luta pelo título feminino de 2016 – com duas atletas da nova geração bem posicionadas para deixar a sua marca. A atleta sensação da modalidade é sem dúvida a australiana Rhiannan Iffland, uma wildcard que veio surpreender com uma sucessão de vitórias logo na sua primeira época. Ainda assim, a canadiana Lysanne Richard tem também possibilidades matemáticas de chegar ao título.

    Para o quadro masculino, está sobretudo em causa uma luta pela “sobrevivência”, já que apenas os cinco primeiros classificados têm o apuramento garantido para a época de 2017. Entre aqueles que estão abaixo da “linha de água” encontra-se Orlando Duque, Campeão em 2009 e a maior lenda deste desporto.

    A etapa será transmitida em direto para todo o mundo na Red Bull TV (www.redbull.tv), no dia 28 de outubro, a partir das 16:50 horas (em Portugal Continental), com acesso gratuito através das mais diversas plataformas e em www.redbullcliffdiving.com.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Red Bull Cliff Diving
  • Fotografia
    Red Bull
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
pub
similar News
similar
outubro 21
Costa da Morte, na Galiza, quer ser Reserva Mundial de Surf
outubro 23
A hora vai mudar: relógios atrasam 60 minutos na madrugada de domingo
outubro 24
Guincho recebe etapa única do Nacional de Bodysurf
outubro 24
Do susto ao título: Joana Schenker é heptacampeã nacional de bodyboard
outubro 23
Fim de semana chega com sábado soalheiro e chuva no domingo
outubro 23
Três surfistas resgatados na Praia da Barra
outubro 23
Câmara de Viana do Castelo cria Linha SOS para ocorrências com animais selvagens
pub