Homepage

  • Red Bull Cliff Diving chega ao Dubai
    25 outubro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Red Bull
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Na grande noite árabe que se aproxima, os holofotes vão estar sobretudo centrados na luta pelo título feminino de 2016.
  • Com o título masculino já atribuído, a derradeira etapa de 2016 do Red Bull Cliff Diving World Series viaja no próximo fim-de-semana até ao Dubai. Trata-se de uma estreia absoluta no calendário, com a competição a decorrer no ambiente urbano da marina local. Os saltos vão acontecer pela primeira vez na história da competição à noite, com as atenções centradas da decisão do título feminino e na qualificação do Top 5 para 2017.

    O título masculino do Red Bull Cliff Diving World Series 2016 ficou entregue na última etapa ao britânico Gary Hunt, uma conquista que se repete pela quinta vez desde o lançamento do circuito em 2009. É assim um facto incontornável que Hunt se transformou na principal referência da modalidade, destronando neste papel o colombiano Orlando Duque. Este facto não significa que a temporada de 2016 tenha sido pouco competitiva – os cinco vencedores nas oito etapas até agora disputadas provam toda a vitalidade e dinâmica da competição.

    O cair do pano sobre a época de 2016 acontece já esta semana (28 de outubro), com uma estreia no Médio Oriente. A visita aos Emiratos Árabes Unidos, mais concretamente ao Dubai, está recheada de motivos de interesse – mesmo quando já é conhecido o Campeão masculino. Com toda a ação centrada no Cais 7 da Marina local, num ambiente claramente urbano e sofisticado, esta será a primeira competição da história do Red Bull Cliff Diving World Series a decorrer durante a noite.

    Na grande noite árabe que se aproxima, os holofotes vão estar sobretudo centrados na luta pelo título feminino de 2016 – com duas atletas da nova geração bem posicionadas para deixar a sua marca. A atleta sensação da modalidade é sem dúvida a australiana Rhiannan Iffland, uma wildcard que veio surpreender com uma sucessão de vitórias logo na sua primeira época. Ainda assim, a canadiana Lysanne Richard tem também possibilidades matemáticas de chegar ao título.

    Para o quadro masculino, está sobretudo em causa uma luta pela “sobrevivência”, já que apenas os cinco primeiros classificados têm o apuramento garantido para a época de 2017. Entre aqueles que estão abaixo da “linha de água” encontra-se Orlando Duque, Campeão em 2009 e a maior lenda deste desporto.

    A etapa será transmitida em direto para todo o mundo na Red Bull TV (www.redbull.tv), no dia 28 de outubro, a partir das 16:50 horas (em Portugal Continental), com acesso gratuito através das mais diversas plataformas e em www.redbullcliffdiving.com.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Red Bull Cliff Diving
  • Fotografia
    Red Bull
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
similar News
similar
setembro 22
Onda californiana de San Miguel a salvo de possível extinção
setembro 22
Há uma nova onda na Indonésia: é gerada por um navio encalhado e repete história do século XX
setembro 20
Kanoa Igarashi, de vice-campeão mundial ISA à prata olímpica em casa
setembro 22
Abriram as inscrições para o Campeonato Nacional de Surf Esperanças Sub-14
setembro 22
Exposição Viva celebra 1ª edição do Programa Atlantis no Dia Nacional da Água
setembro 21
Época balnear em Espinho prolongada até 26 de setembro
setembro 22
Nível do mar continua a subir a um ritmo alarmante