Homepage

  • Pedro Henrique sagra-se campeão nacional
    08 outubro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Pedro Mestre | ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Gony Zubizarreta acabou por decidir o título a favor de Pedrinho, com José Ferreira a ficar a apenas 0,40 pontos de ser ele a fazer a festa final.
  • Pedro Henrique é o novo campeão nacional de surf, após um desfecho dramático do Huawei Cascais Pro, a última etapa da Liga Moche 2016, que terminou este sábado no Guincho. Apesar da derrota nas meias-finais, valeu a Pedrinho o triunfo do espanhol Gony Zubizarreta na final do evento.

    No dia final apenas dois surfistas poderiam chegar ao título. Pedro Henrique começou o dia a ser eliminado por Gony, deixando José Ferreira a depender apenas de si próprio para passar para a frente da disputa e assegurar o título. Zé até começou por bater Francisco Alves na outra meia-final.

    Contudo, a decisão haveria de ficar adiada para a grande final do evento cascalense. José Ferreira tinha de conquistar o campeonato, que seria o seu primeiro da carreira na Liga Moche. Mas pela frente tinha Gony. Aquele que foi o grande surfista do evento acabria por repetir o triunfo da etapa inaugural, na Ericeira, e ofereceu o título a Pedro Henrique.

    Fora de água, Pedrinho nem quis ver os minutos finais da decisão. Com uma bateria muito renhida, Zé ficou sozinho no outisde com prioridade, arrancado no último minuto para aquela que poderia ser a onda do título. No entanto, o surfista local do Guincho não conseguiu somar os 6,41 pontos que necessitava para virar o heat, ficando a apenas 0,40 pontos de se sagrar campeão nacional.

    Pedro Henrique, que sucede a Frederico Morais, consegue assim o primeiro título nacional da carreira, ele que apenas possui nacionalidade portuguesa desde o ano passado. Este é assim um ano de sonho para a família Henrique, uma vez que Carol, irmã mais nova de Pedro, já havia assegurado o título nacional feminino de forma antecipada.

    O Guincho coroou ainda Camilla Kemp como vencedora deste Huawei Cascais Pro. Na final Camilla, que foi vice-campeã nacional de 2016, bateu a jovem Mafalda Lopes, que veio da Costa da Caparica para ser a grande sensação do evento. Carol Henrique e Leonor Fragoso terminaram a etapa no 3.º posto.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Huawei Cascais Pro
  • Pedro Henrique
  • liga moche 2016
  • Gony Zubizarreta
  • Fotografia
    Pedro Mestre | ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 28
O CT 2022 está prestes a começar: eis sete motivos para acompanhar a nova época
janeiro 28
Aumentaram os ataques de tubarão no mundo em 2021
janeiro 27
Kikas: 'O cut a meio da época causa nervosismo e ansiedade. Primeiro, quero ultrapassar esta fase'
janeiro 27
ISA anuncia datas do Mundial Júnior de 2022
janeiro 27
Praia da Rocha acolhe estreia da Algarve Surfing Cup
janeiro 27
AESP: Certificado de Qualidade de Escolas de Surf continuará a ser atribuído em 2022