Homepage

  • Luís Perloiro sagra-se campeão nacional Sub-18
    17 outubro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Tó Mané
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Numa bateria com ondas consistentes, Luís Perloiro e Arran Strong disputaram a final da competição.
  • O segundo dia de Crédito Agrícola Junior Cup 2016 – Campeonato Surf Esperanças Sub18 começou no domingo às 11h30 da manhã debaixo de um tímido sol e com oito atletas a disputarem os quartos-de-final. As condições de mar verificaram-se bastante favoráveis para os surfistas que, à medida que a competição avançava, iam demonstrando surf de qualidade na Praia Internacional do Porto.

    Gaspar Teixeira, Jácome Correia, Tomás Ribeiro e Salvador Couto foram os atletas eliminados por Arran Strong, Gonçalo Vieira, Luís Perloiro e João Moreira, respetivamente, nos heats de quartos-de-final. Já nas meias-finais, Luís Perloiro frente a João Moreira acabou por definir a sua vitória com algumas manobras emocionantes. Apesar de ter perdido, o atleta do Centro Recreativo e Cultural da Quinta dos Lombos (CRCQL), João Moreira, revela que “o nível de surf dos meus colegas está altíssimo e é ótimo competir nestas condições de mar. Não atingi os meus objetivos mas diverti-me muito e estou muito feliz com a minha prestação”. Também Gonçalo Vieira foi afastado da competição por Arran Strong que fez jus ao nome e apresentou uma performance de qualidade na sua bateria, definindo assim os nomes que iriam disputar a final do Crédito Agrícola Junior Cup – Campeonato Nacional Surf Esperanças, categoria sub18.

    Numa bateria com ondas consistentes, Luís Perloiro e Arran Strong disputaram assim aquele que é o mais ambicionado título para os atletas nacionais e, embora a chuva teimasse em aparecer, Luís Perloiro sentiu-se inspirado e acabou por se sagrar campeão nacional sub18.

    “Estou extremamente feliz por este título. Trabalhei muito para chegar aqui e, depois de ter sido vice-campeão três vezes, é uma sensação incrível poder dizer que, no meu último campeonato de Sub18, finalmente levo para casa este troféu. Agradeço a todos e em especial à minha família, treinadores e amigos que me apoiam e me motivam para ser cada vez melhor” conclui Luís Perloiro, visivelmente feliz por ter ganho.

    Helena Vaz, Administradora da Matosinhos Sport, em representação da Camara Municipal de Matosinhos afirma que “este tipo de eventos e no desporto, em geral, é uma clara aposta estratégica do município de Matosinhos e culmina em sucesso”. Já Luís Alves, Administrador da Porto Lazer, remata que “é com grande satisfação que apoiamos e vemos eventos destes a acontecer pois, além de uma fantástica frente atlântica e da afirmação desta como spot privilegiado para a prática de desportos náuticos, temos também outras valências como a gastronomia e a cultura que nos tornam um destino de excelência”.

    O Crédito Agrícola Junior Cup – Campeonato Nacional de Surf Esperanças Sub18 encerra o cartaz Porto e Matosinhos Wave Series, edição de 2016, com “balanço extremamente positivo para a organização e todos os parceiros, já com projetos a serem estruturados para o próximo ano” afiança Marcelo Martins, Diretor da Onda Pura – Produção de Eventos.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Circuito Nacional de Esperanças
  • Luís Perloiro
  • Junior Cup 2016
  • Fotografia
    Tó Mané
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
pub
similar News
similar
janeiro 23
Surf to Win apresenta equipa oficial para 2020
janeiro 24
Lewis Pugh é o primeiro humano a nadar sob camada de gelo na Antártida
janeiro 24
Gondomar retira das serras 3 toneladas de lixo por semana
janeiro 22
Tempestade Glória provoca ondulação inédita no Mediterrâneo
janeiro 23
Vem aí o Pacto Português para os Plásticos
janeiro 23
O ornitorrinco pode desaparecer devido à ocupação humana
janeiro 24
Austrália enfrenta praga de aranhas mortíferas