Homepage

  • Favoritos com arranque difícil em Supertubos
    18 outubro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Nos 12 heats da primeira ronda, apenas metade foram vencidos pelos top seeds. Mas o mais impressionante foi o facto de os três primeiros do ranking terem caído todos para a repescagem.
  • Iniciou-se esta terça-feira o Meo Rip Curl Pro Portugal, décima e última etapa do World Tour 2016. Com Supertubos a estar longe da perfeição, mas, ainda assim, a oferecer condições com algum potencial para manobras, a ação começou a grande ritmo.

    Quem não se deu bem neste arranque foram alguns dos principais favoritos. Nos 12 heats da primeira ronda, apenas metade foram vencidos pelos top seeds. Mas o mais impressionante foi o facto de os três primeiros do ranking terem caído todos de seguida para a repescagem.

    A maior surpresa do dia foi mesmo o triunfo de Frederico Morais frente ao número 2 mundial e campeão do Mundo de 2014 Gabriel Medina, num heat onde ainda esteve o rookie norte-americano Conner Coffin. Já antes havia sido a vez de Matt Wilkinson, número 3, cair perante Miguel Pupo.

    John John Florence não fez melhor e foi vencido pelo brasileiro Jadson Andre, num heat onde o wildcard português Miguel Blanco ainda superou o registo do havaiano. Agora, voltam a enfrentar-se no heat inaugural da 2.ª ronda. Já Gabriel Medina mede forças com o rookie australiano Ryan Callinan, enquanto Wilko enfrenta Jeremy Flores.

    Julian Wilson, batido no heat inaugural por Kai Otton, Filipe Toledo, superado pelo compatriota Wiggolly Dantas, e Ace Buchan, vencido por Josh Kerr, foram os outros lycras vermelhas a perderem na estreia em Supertubos, sendo assim atirados para a repescagem.

    Por outro lado, Jordy Smith, Kolohe Andino, Kelly Slater, o campeão mundial Adriano de Souza, Joel Parkinson e Italo Ferreira cumpriram com os seus estatutos de cabeças-de-série, podendo agora folgar durante a 2.ª ronda. Agora, só regressam à competição na 3.ª ronda, onde também já está Frederico Morais – deverá voltar a enfrentar um dos candidatos.

    Depois de um período inicial onde as ondas permitiam pouco mais de duas manobras e com o power a fazer a diferença, a meio da ronda as condições melhoraram um pouco e o nível de surf subiu. Tal como as pontuações. Nesta fase assistiu-se a um festival de surf mais progressivo, onde os aéreos dominaram.

    Nesse aspeto o mais destaque acabou por ir para Kelly Slater. Conseguiu a melhor onda do dia, graças a um aéreo reverse full rotation de frontside, aterrado de forma limpa, e que foi premiado com 9 pontos. O 11 vezes campeão mundial conseguiu ainda um dos melhores scores do dia, com 15,83 pontos.

    Mas no topo das melhores performances acabaram por estar o brasileiro Italo Ferreira e ainda o australiano Josh Kerr, ambos com um score de 15,90. Joel Parkinson, com 14,83 pontos, e ainda o “aflito” Miguel Pupo, com 14,34 pontos, foram outros dos que mais se destacaram neste dia inaugural.

    Com a ronda inaugural concluída e com as previsões a apontarem boas condições para os próximos três dias, a organização decidiu terminar a ação por volta das 14 horas. A decisão de colocar a prova hoje na água, mesmo sem Supertubos estar com condições tubulares, deixa transparecer a possibilidade de a prova terminar até sexta-feira.

    O próximo call está marcado para as 8 horas de quarta-feira e poderemos ter novamente ação ao mais alto nível no Meo Rip Curl Pro Portugal.

    Meo Rip Curl Pro Portugal Round 1 Results:
    Heat 1: Kai Otton (AUS) 12.43, Nat Young (USA) 11.77, Julian Wilson (AUS) 11.40
    Heat 2: Kolohe Andino (USA) 10.76, Keanu Asing (HAW) 9.94, Alex Ribeiro (BRA) 7.23
    Heat 3: Jordy Smith (ZAF) 12.30, Jeremy Flores (FRA) 11.94, Kanoa Igarashi (USA) 11.37
    Heat 4: Miguel Pupo (BRA) 14.34, Ryan Callinan (AUS) 13.20, Matt Wilkinson (AUS) 7.63
    Heat 5: Frederico Morais (PRT) 11.37, Gabriel Medina (BRA) 9.76, Conner Coffin (USA) 8.03
    Heat 6: Jadson Andre (BRA) 13.20, Miguel Blanco (PRT) 11.17, John John Florence (HAW) 9.94
    Heat 7: Wiggolly Dantas (BRA) 10.94, Filipe Toledo (BRA) 9.53, Adam Melling (AUS) 8.00
    Heat 8: Kelly Slater (USA) 15.83, Matt Banting (AUS) 10.77, Stuart Kennedy (AUS) 9.63
    Heat 9: Josh Kerr (AUS) 15.90, Alejo Muniz (BRA) 15.76, Adrian Buchan (AUS) 7.84
    Heat 10: Adriano De Souza (BRA) 14.17, Jack Freestone (AUS) 13.50, Caio Ibelli (BRA) 11.24
    Heat 11: Joel Parkinson (AUS) 14.83, Davey Cathels (AUS) 12.66, Michel Bourez (PYF) 10.66
    Heat 12: Italo Ferreira (BRA) 15.00, Sebastian Zietz (HAW) 14.83, Dusty Payne (HAW) 12.27

    Meo Rip Curl Pro Portugal Round 2 Match-Ups:
    Heat 1: John John Florence (HAW) vs. Miguel Blanco (PRT)
    Heat 2: Gabriel Medina (BRA) vs. Ryan Callinan (AUS)
    Heat 3: Matt Wilkinson (AUS) vs. Jeremy Flores (FRA)
    Heat 4: Julian Wilson (AUS) vs. Alex Ribeiro (BRA)
    Heat 5: Filipe Toledo (BRA) vs. Adam Melling (AUS)
    Heat 6: Adrian Buchan (AUS) vs. Matt Banting (AUS)
    Heat 7: Sebastian Zietz (HAW) vs. Alejo Muniz (BRA)
    Heat 8: Michel Bourez (PYF) vs. Jack Freestone (AUS)
    Heat 9: Caio Ibelli (BRA) vs. Davey Cathels (AUS)
    Heat 10: Stuart Kennedy (AUS) vs. Dusty Payne (HAW)
    Heat 11: Nat Young (USA) vs. Conner Coffin (USA)
    Heat 12: Keanu Asing (HAW) vs. Kanoa Igarashi (USA)

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Meo Rip Curl Pro Portugal
  • Kelly Slater
  • frederico morais
  • World Tour
  • Supertubos
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
novembro 13
Rui Costa: “Em Portugal só existem três praias que podem acolher o Capítulo Perfeito”
outubro 21
MEO promove heat especial 'Beat the Plastic Waste' para derrotar o plástico
novembro 13
Miguel Braz, Carolina Ruivo e Simão Teixeira são campeões nacionais de skimboard
novembro 13
Martim Carrasco é o novo campeão nacional de Sub-18
novembro 12
Paris’2024: Taiti na “pole position” para receber prova de surf
novembro 12
Bodyboard, dropknee e bodysurf regressam à Caparica
novembro 12
Vírus do Atlântico propaga-se ao Pacífico e infecta focas e lontras