Homepage

  • Red Bull Cliff Diving regressa a Mostar
    20 setembro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Romina Amato | Red Bull Content Pool
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • No próximo fim-de- semana (24 de setembro) a ponte será encerrada para a realização da sétima etapa do circuito mundial.
  • Para a comunidade de atletas de saltos para a água de grande altura, a velha ponte de Mostar – na Bósnia e Herzegóvina – tem um significado especial. Manter viva uma tradição que data do século XVII é o objetivo de mais uma visita do Red Bull Cliff Diving World Series (24 de setembro). A competição entra assim numa fase decisiva no que respeita à luta pelo título. Gary Hunt e Rhiannan Iffland são os mais fortes candidatos.

    Consulta já a previsão completa de ondas para esta semana!

    Classificada como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, a velha ponte de Mostar – na Bósnia e Herzegóvina – é um dos mais belos bilhetes postais do interior dos balcãs. Para além da pérola turística, este é um local com um significado muito especial para a comunidade dos atletas de saltos para a água de grande altura. A tradição de saltar desta ponte remonta ao século XVII e nos últimos anos tem sido mantida por algumas das estrelas do Red Bull Cliff Diving World Series: foi o próprio Orlando Duque – considerado o maior embaixador da modalidade – que “inaugurou” a ponte em 2004, quando esta foi reaberta após a conclusão do restauro decorrente da sua destruição parcial durante a guerra civil que assolou aquela região nos anos 90 do século passado.

    No próximo fim-de- semana (24 de setembro) a ponte será encerrada para a realização da sétima etapa do circuito mundial – dando continuidade ao périplo iniciado nos Estados Unidos da América em junho passado. Desde então houve visitas à Dinamarca, Portugal (Açores), França, Itália e Reino Unido.

    Quando estão cada vez mais próximas as decisões da época de 2016, o britânico Gary Hunt – que detém um recorde de cinco títulos do Red Bull Cliff Diving World Series – continua a ser o mais forte candidato. No entanto, as duas últimas etapas vieram contrariar esta tendência (vencidas pelo russo Artem Silchenko e pelo checo Michal Navratil) – dando novas esperanças ao mexicano Jonathan Paredes, segundo da classificação geral após seis etapas.

    Contrariamente ao que está a acontecer nos masculinos, a época das senhoras tem sido algo atípica – com a “wildcard” australiana Rhiannan Iffland a dominar por completo e a deitar por terra o habitual domínio das saltadoras norte-americanas. Uma prestação ainda mais surpreendente se tivermos em conta que esta atleta está ainda a dar os seus primeiros passos no Cliff Diving!

    A etapa será transmitida em direto para todo o mundo na Red Bull TV (www.redbull.tv), no dia 24 de setembro, a partir das 13:20 horas (em Portugal Continental), com acesso gratuito através das mais diversas plataformas e em www.redbullcliffdiving.com.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Red Bull Cliff Diving
  • Mostar
  • Fotografia
    Romina Amato | Red Bull Content Pool
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
pub
similar News
similar
outubro 24
Guincho recebe etapa única do Nacional de Bodysurf
outubro 23
Três surfistas resgatados na Praia da Barra
outubro 23
Fim de semana chega com sábado soalheiro e chuva no domingo
outubro 23
Câmara de Viana do Castelo cria Linha SOS para ocorrências com animais selvagens
outubro 23
A hora vai mudar: relógios atrasam 60 minutos na madrugada de domingo
outubro 22
Bernardo Jerónimo despede-se do Frontón King 2020 com eliminação na 4ª ronda
outubro 23
Uma sessão histórica de ondas grandes no Havai em 1998 (VÍDEO)
pub