Homepage

  • Portugal sofre primeira baixa nos Açores
    21 setembro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ISA | Rezendes
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • “Hoje não foi um bom dia para Portugal!” comentou David Raimundo, selecionador nacional de surf.
  • As ondas subiram consideravelmente, neste quarto dia do Vissla ISA World Junior Championship 2016, que continua a decorrer na Praia do Monte Verde, Ribeira Grande. O campeonato do mundo de surf júnior da ISA (International Surfing Association) contou hoje com ondas na casa de 1,5m a 2m, o que obrigou os atletas em prova a usar as suas pranchas maiores e a adaptar as suas estratégias competitivas numa abordagem a ondas mais exigentes.
     
    E alguns dos melhores surfistas sub-18 do mundo aqui presentes não se fizeram rogados, respondendo às exigências com performances à altura. Destaque para o peruano Alonso Correa, que fez mesmo a melhor pontuação do campeonato até agora – 17,20 pontos em 20 possíveis. Alonso, de 18 anos, que fez parte da equipa peruana que se sagrou campeã do mundo sénior em Agosto deste ano, assume-se assim como um dos principais candidatos ao título individual na sua categoria.
     
    O norte-americano Branden Jones, na mesma categoria, seguiu Correa de perto, com uma pontuação combinada de 16,10 pontos, enquanto o australiano Billy Harrison, em sub-16, fez também o melhor score do seu escalão, 13,84 pontos, na segunda fase do quadro principal.
     
    Entre os portugueses, competiram hoje seis atletas – dois em sub-16 masculinos, três em sub-18 masculinos (todos na segunda fase do quadro principal) e uma menina nas repescagens de sub-16, Francisca Veselko.
     
    Infelizmente, ao contrário do que aconteceu ontem, quando foi uma das melhores surfistas do dia, Francisca não conseguiu encontrar ondas boas na sua bateria e acabou eliminada da prova, tornando-se assim na primeira “baixa” da seleção nacional.
     
    Quanto aos rapazes da nossa seleção, João Moreira, Francisco Almeida e Luís Perloiro, em sub-18, caíram para o quadro das repescagens hoje, assim como Joaquim Chaves em sub-16. Apenas Guilherme Ribeiro, com uma das melhores performances do dia, avançou diretamente para a terceira fase do quadro principal de sub-16, mostrando uma motivação e um à vontade pouco habituais neste tipo de condições, para um jovem de apenas 14 anos.
     
    “Hoje não foi um bom dia para Portugal!” comentou David Raimundo, selecionador nacional de surf. “Cometemos erros que não se podem cometer ao mais alto nível de competição, mas perdemos apenas uma atleta e estamos completamente cientes do que precisamos fazer para que, a partir de amanhã, os resultados sejam diferentes”, concluiu.
     
    O Vissla ISA World Junior Championship retoma a competição amanhã, novamente a partir das 8h da manhã, com as provas masculinas de ambos os escalões, apenas no palanque principal. Com a subida prevista na ondulação, as meninas vão ter um dia de descanso esta quarta-feira.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Açores
  • Mundial Junior ISA
  • Fotografia
    ISA | Rezendes
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
pub
similar News
similar
maio 23
Afinal, o verão poderá não ter temperaturas anormais
maio 23
Sexta-feira é dia de greve pelo clima!
maio 22
LUTA PELO SEGUNDO LUGAR DECIDE-SE EM CARCAVELOS
maio 22
O espanhol Marcos Tapia vence o International Adaptive Surf Open
maio 22
Mais de 10 toneladas de lixo todos os anos na costa açoriana
maio 22
Baleias são esperança na luta contra o cancro
maio 22
Melhor praia fluvial da Europa fica no Alentejo