Homepage

  • Huawei Cascais Pro vai coroar campeão nacional
    23 setembro 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Pedro Mestre | ANS
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A disputa do título máximo do Surf nacional considera Frederico Morais (campeão nacional em título), Vasco Ribeiro, Pedro Henrique, Tiago Pires, José Ferreira, Marlon Lipke e Filipe Jervis.
  • Está cada vez mais próximo o Huawei Cascais Pro, última etapa da Liga MOCHE 2016, que, durante os dias 6 e 8 de Outubro, acontece entre as Praias do Guincho e Carcavelos, em Cascais. 
     
    Esta é uma etapa especialmente importante no calendário desportivo da modalidade uma vez que será entre estes dias que se irá conhecer o campeão nacional de 2016, depois de Carol Henrique ter conseguido o seu primeiro título na categoria feminina no passado mês de Agosto. No masculino, a disputa do título máximo do Surf nacional considera Frederico Morais (campeão nacional em título), Vasco Ribeiro, Pedro Henrique, Tiago Pires, José Ferreira, Marlon Lipke e Filipe Jervis.
     
    Um surfista que vai seguir com interesse e proximidade a luta pelo título deste ano é o cascalense Ruben Gonzalez, recordista de títulos nacionais com quatro coroações como campeão. “Vou acompanhar de perto a disputa pelo título nacional, e os níveis de nervosismo e ansiedade dos vários surfistas que podem levantar a taça deste ano. Há algum tempo que não havia uma corrida tão renhida! A possibilidade de Vasco Ribeiro, que já tem três títulos, conquistar um quarto sendo tão novo, mostra bem como o surf evoluiu em Portugal” explica o surfista.
     
    A etapa de Cascais assinala um momento importante, que é a chegada de um novo parceiro, a tecnológica Huawei, a quem damos as boas vindas, que se assume como naming sponsor, entrando no surf em Portugal pela porta grande e num momento crucial, com a corrida ao título nacional em jogo.
     
    "É com grande satisfação que nos aliamos ao surf através da presença na etapa derradeira do campeonato com o Huawei Cascais Pro. Em linha com a nossa estratégia e posicionamento, a Huawei tem como principal objetivo estar mais próximo do que nunca do consumidor,” refere Michael Mao, Diretor da Área de Negócio de Consumo da Huawei Portugal. “Este será o início do apoio da marca a um dos desportos mais acarinhados e relevantes em Portugal. Em destaque estarão os Huawei P9 e Huawei P9 Plus uma vez que queremos partilhar com os atletas e com todos os presentes a qualidade superior de imagem possível com a dupla câmara destes smartphones, ideal para captar os melhores momentos da competição" acrescenta.
     
    Já para Carlos Carreiras, Presidente da Câmara Municipal de Cascais, “Cascais é uma terra fértil em grandes voos no Surf e a expectativa de coroação dos campeões nacionais nas nossas ondas é sempre alta. Se por um lado já temos a luso-brasileira radicada em Cascais, Carol Henrique, como campeã nacional, por outro, torcemos obviamente por todos os nossos na decisão do título masculino. Não queria deixar de dar uma palavra de boas-vindas a todos os que vêm competir na última etapa da Liga Moche que mais uma vez é encerrada em Cascais e contribui para a crescente capitalidade do nosso concelho nos desportos de ondas”.
     
    Em tom de retrospectiva, Francisco Rodrigues, Presidente da Associação Nacional de Surfistas, realça que “agora que chegamos à ultima etapa da Liga MOCHE completamos um ciclo importante de 25 anos na disputa da Liga nacional de surf, que atribui os títulos máximos do Surf em Portugal. Nestes últimos anos, crescemos com a modalidade, o circuito foi ficando cada vez mais profissional e chega hoje a um público cada vez mais amplo, não só na praia, mas também em casa, a todos aqueles que acompanham os nossos campeonatos através das transmissões livestream, hoje transmitidas via fibra óptica em diversos formatos, desde a televisão no MEO Kanal à App do MOCHE. Se continuamos após 25 anos a aliciar novos parceiros como a Huawei, devemos também um reconhecido agradecimento ao Grupo PT que nos acompanha há já muito anos. O campeão nacional masculino de 2016 será coroado em Cascais e também por essa razão esta é uma etapa especial. Boa sorte a todos os surfistas em prova!”
     
    Para além da decisão dos títulos nacionais, o Huawei Cascais Pro terá ainda em disputa o Ramirez Junior Award e a Renault Expression Session, ambos atribuindo 2.500€ anuais. A premiação global da Liga Moche 2016 será superior a 80.000€ anuais.
     
    Todas as etapas da Liga MOCHE têm transmissão em direto com toda a qualidade da fibra MEO via liga.moche.pt, app mobile Surf MOCHE e MEO Kanal 202020, juntando-se ainda os programas de antevisão e resumo na RTP1 e Bola TV.
     

    A Liga MOCHE e o Huawei Cascais Pro são uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MOCHE, Huawei, Allianz Seguros, Renault, Ramirez, Red Bull, o apoio local da Câmara Municipal de Cascais, os parceiros oficiais RTP1, Cidade FM e GO-S.TV e os media partners Diário de Notícias, A Bola, Beachcam, SURFPortugal, ONFIRE, Surftotal, e o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf e do Clube Recreativo e Cultural Quinta dos Lombos.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • liga moche 2016
  • Huawei Cascais Pro
  • Fotografia
    Pedro Mestre | ANS
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
similar News
similar
outubro 19
A Vaga Gigante está de regresso e o período de espera já começou!
outubro 19
Joel Rodrigues, o bodyboarder português que enfrenta o Frontón em busca do título mundial júnior
outubro 18
Bodyboarders profissionais homenagearam o malogrado Tom Morey
outubro 19
Título nacional de Surf Esperanças Sub-18 discute-se em Ribeira d'Ilhas
outubro 19
Praia do Cabo do Mundo apadrinhou estreia da Matosinhos Surf School Cup
outubro 19
Seleção Nacional de Surf Adaptado prepara Mundial com dois estágios
outubro 19
Embarcação fica com leme destruído após interação com orcas a sul de Troia