Homepage

  • Charger de Teahupoo suicidou-se aos 36 anos
    07 setembro 2016
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Tyson Williams debatia-se há alguns anos com uma forte depressão e acabou mesmo por ser essa a causa trágica do seu desaparecimento.
  • Na semana passada a comunidade dos desportos aquáticos foi abalada com a triste notícia da morte de Tyson Slade Williams. O reputado bodyborder e big wave surfer, que nasceu na Austrália mas especializou-se na onda de Teahupoo, morreu aos 36 anos.

    Tyson Williams debatia-se há alguns anos com uma forte depressão e acabou mesmo por ser essa a causa trágica do seu desaparecimento, uma vez que este conceituado charger suicidou-se. Williams sofreria também de stress pós-traumático devido a alguns problemas na infância.

    Enquanto conseguiu lutar contra a doença, Tyson Williams encontrou no oceano o seu abrigo e foram muitas as proezas conseguidas nas várias modalidades que dominava. Mas foi no bodyboard que mais se destacou. Aos 36 anos, acabou por perder a luta contra a depressão.

    Tyson Williams Tribute - Music by We Lost the Sea from Tim Bonython Productions on Vimeo.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Tyson Williams
  • morte
  • Teahupoo
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 30
Conhecido calendário dos circuitos regionais de bodyboard para 2023
janeiro 30
Validade da certificação dos nadadores-salvadores prorrogada até ao final de 2023
janeiro 30
FPS vai realizar dois cursos online de juízes de surf em fevereiro
janeiro 30
Frio não desarma e deixa todo o território continental em aviso amarelo
janeiro 27
Revelado calendário dos circuitos regionais de surf para 2023
janeiro 27
Tempo frio vai continuar pelo menos até quinta-feira
janeiro 27
FPS anuncia 'grande mudança' no acesso aos circuitos em 2023