Homepage

  • PALP lembra que governo pode anular contrato
    16 agosto 2016
    arrow
    arrow
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) instou o Primeiro Ministro António Costa a não renovar os contratos Santola, Gamba e Lavagante.
  • O contrato assinado pelo governo com a Eni/GALP, que visa conceder direitos de prospeção e pesquisa de hidrocarbonetos ao consórcio, tem uma validade até 1 de fevereiro de 2017 e existe a possibilidade de estes serem anulados. Foi a PALP que fez questão de lembrar o governo sobre essa possibilidade.

    A Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) instou o Primeiro Ministro António Costa a não renovar os contratos Santola, Gamba e Lavagante. O movimento defende que esta será a altura ideal para travar um processo que tem gerado muita polémica e contestação por parte de vários quadrantes da sociedade, desde autarcas, empresários, associações e cidadãos algarvios.

    “É este o momento oportuno e possivelmente excecional que se oferece ao governo para resolver a situação referente às áreas concessionadas ao largo da costa do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, não aceitando nem o pedido de atribuição do TUPEM (Título de Utilização Privativa do Espaço), nem o prolongamento do prazo de prospecção do contrato, até mesmo porque a responsabilidade das sondagens não serem concretizadas no período legalmente fixado não podem ser assacadas exclusivamente ao prolongamento do termo da consulta pública, que foi de apenas mais um mês”, afirmou a PALP, através de uma carta reproduzida pelo portal “Sul Informação”.

    Os ativistas anti-prospeção de hidrocarbonetos enviaram a missiva a António Costa, com conhecimento ao Ministro da Economia e Ministra do Mar, na mesma semana em que outro consórcio, composto pelas empresas Repsol e Partex, anunciou que não irá avançar com as sondagens que tinha previstas.

    A possibilidade de exploração petrolífera ao largo da costa algarvia é uma situação que muitos acreditam que colocará em risco o meio-ambiente e o ecossistema local. Ainda para mais, quando estamos a falar numa zona que depende em larga escala do turismo e que em 2016 teve o seu melhor ano de sempre em termos turísticos, segundo números divulgados recentemente pela Associação dos Hotéis do Algarve (AHETA).

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Algarve
  • Plataforma Algarve Livre de Petróleo
  • Galp
pub
similar News
similar
fevereiro 21
Nazaré Winter Sessions powered by Mercedes-Benz - 8º Episódio
fevereiro 21
Tomás Fernandes aposta novamente na Liga MEO Surf em detrimento do QS
fevereiro 21
MEO Beachcam lança nova Live Cam na Praia da Comporta
fevereiro 21
Águas do Algarve abre as portas e mostra o que faz
fevereiro 21
Slater, Kikas e mais 10 do CT na Nova Zelândia
fevereiro 21
Fim de semana primaveril à vista! A temperatura vai chegar aos 25 graus!
fevereiro 21
Billy Kemper sofre grave lesão numa sessão por África