Homepage

  • O regresso auspicioso de Claire Bevilacqua
    30 agosto 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Com apenas três campeonatos disputados em apenas um mês galgou já até à 49.ª posição do ranking de qualificação feminino.
  • No início da década foi uma das mais destacadas surfistas do Women's World Tour, chegou a competir nas ondas portuguesas quando o circuito feminino por cá passou e distinguiu-se ao ser uma das primeiras surfistas a aparecer nua na já famosa rubrica da ESPN "Body Issues".

    Após alguns anos longe do estrelato e sem competir, Claire Bevilacqua está de regresso à atividade, aos 33 anos. E de que forma. Foi com alguma surpresa que a vimos inscrita em alguns dos campeonatos da perna europeia do WQS, regressando da melhor forma, logo com um triunfo no QS1000 de Cornwal, na Inglaterra.

    De seguida, alcançou um 3.º posto no QS1500 em Lacanau e este fim-de-semana provou que está mesmo de regresso à melhor forma, vencendo o QS1500 em Anglet. Com apenas três campeonatos disputados em apenas um mês galgou já até à 49.ª posição do ranking de qualificação feminino.

    De fora no QS6000 de Pantín, uma vez que na altura das inscrições ainda não tinha seeding suficiente para conseguir entrar, "Bevo", como é conhecida, regressa à competição em setembro, no QS1500 feminino que se realiza nos Açores. Uma bela oportunidade de a ver novamente em ação nas nossas ondas.

    Até final do ano, Claire Bevilacqua ainda deverá conseguir entrar em mais provas. Agora, com o seu novo seeding, até nas mais importante já conseguirá. Irá terminar este regresso surpresa numa qualificação para o WWt de 2017? Seria um dos "comebacks" mais espantosos de sempre.

    Na memória ficam as performances que no início da sua carreira a levaram aos lugares de topo do Tour feminino. Foi 10.ª classificada em 2005 e terminou o ano de 2016 no 6.º posto. Foi nesse mesmo ano que decidiu colocar uma pausa na carreira, para se dedicar mais à escrita, aos filmes de surf e produções fotográficas.

    Em 2009 regressou à competição e no ano seguinte já estava a competir novamente entre a elite mundial do surf feminino. Contudo, a temporada de 2011 viu-a novamente sair do circuito. Desde então, surfou esporadicamente em alguns eventos. Em 2013 fez apenas um WQS e em 2015 entrou apenas na etapa do WWT de Margaret River com um wildcard.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Claire Bevilacqua
  • wqs
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
novembro 29
Dapin homenageado quarta-feira em Carcavelos
novembro 29
João Aranha: 'Dapin será sempre uma referência fundamental no surf nacional'
novembro 29
Surf português chora perda de 'Dapin'
novembro 29
Nasce na Madeira a maior área marinha da Europa com proteção total
novembro 26
Último fim de semana de novembro vai ter um pouco de tudo: frio, sol, nuvens, vento e aguaceiros
novembro 26
Já há nova data para a etapa inaugural do circuito Billabong Ericeira 2021 para as categorias Open, Masters e Feminino
novembro 26
Ítalo quer competir até aos 38 anos: 'Vou durar bastante tempo'