Homepage

  • Lagos azuis na Antártida geram alarme
    23 agosto 2016
    arrow
    arrow
Tags
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O estudo, baseado na análise de imagens de satélite do continente, revelou o aparecimento de perto de 8 mil lagos na zona do glaciar de Langhovde, parte oriental da Antártida.
  • São cerca de 8 mil lagos que surgiram entre 2000 e 2013 e estão a deixar os cientistas preocupados. Na Antártida o surgimento de lagos azuis é um fenómeno cada vez maior e torna-se preocupante por estarmos a falar do continente com a maior concentração de gelo do planeta.

    Segundo um estudo recentemente divulgados, existe um rápido surgimento destes lagos azuis, que que drenam para o interior dos glaciares, colocando assim em causa a estabilidade dos mesmos. Apesar de o degelo não ser uma ameaça efetiva na Antártida, esta é uma situação que faz soar o alarme.

    O estudo, baseado na análise de imagens de satélite do continente, revelou o aparecimento de perto de 8 mil lagos na zona do glaciar de Langhovde, parte oriental da Antártida. O perigo é ainda maior porque os lagos estão a formar-se em zonas que podem ser fulcrais para a coesão de muitas massas de gelo, podendo ter como consequência a fratura de partes do glaciar.

    Esta é a primeira vez que um fenómeno desta dimensão é observado na parte oriental da Antártida, descrita durante muito tempo pelas pessoas como “relativamente estável”. Mas, agora, existe o risco de acontecer o mesmo que tem acontecido nos últimos anos na Gronelândia, onde estes lagos azuis são também em grande número.

    “Sabe-se que os lagos supraglaciais acentuam o derretimento da capa de gelo da Gronelândia, e potencialmente causam a desintegração da plataforma de gelo da península Antártica”, alertam os investigadores que realizaram este estudo.

    O estudo divulgado vem trazer um novo dado preocupante: o aparecimento dos lagos e o seu posterior desaparecimento no interior dos glaciares tem-se verificado de forma muito rápida. Um lago destes pode aparecer e desaparecer em apenas cinco dias.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Antártida
similar News
similar
novembro 30
Chuva não fica para o feriado: sol vai brilhar
novembro 29
Governo australiano é contra a inclusão da Grande Barreira de Coral na lista de Património Mundial em perigo
novembro 29
38 anos depois, acordou o maior vulcão ativo do mundo
novembro 29
Agitação marítima volta esta quarta-feira com sete distritos sob aviso amarelo
novembro 28
Ondas até 5 metros deixam oito distritos sob aviso amarelo
novembro 28
João Dantas e Frederico Carrilho são campeões nacionais de longboard
novembro 28
Joana Schenker deu palestra sobre o oceano em escola de Faro