Homepage

  • Havai quer proibir mergulhos com os golfinhos
    29 agosto 2016
    arrow
    arrow
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) diz que a fluxo constante de barcos turísticos é o maior causador da perturbação do sonos dos golfinhos.
  • É uma das atividades mais procuradas pelos turistas no Havai, mas pode ter os dias contados. Isto porque os reguladores federais havaianos querem aprovar uma lei de forma a proibir esta atividade. Tudo para preservar o sono e o descanso destes mamíferos.

    Nadar com os golfinhos passará assim a ser uma atividade proibida ou limitada. É durante a noite que os golfinhos-rotador procuram alimento, logo durante o dia necessitam de manter os seus padrões de sono.

    Algo que acaba por ser perturbado com a cada vez maior procura por parte dos turistas que querem nada com golfinhos. A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) diz que a fluxo constante de barcos turísticos é o maior causador da perturbação do sonos dos golfinhos.

    A ideia passar por criar uma zona de exclusão, sendo que estes barcos ficariam impedidos de estar a menos de 45 metros. Caso esta lei seja aprovada pelo governo local, a medida será aplicada a todas as ilhas havaianas.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • havai
  • golfinho
similar News
similar
setembro 22
Há uma nova onda na Indonésia: é gerada por um navio encalhado e repete história do século XX
setembro 20
Kanoa Igarashi, de vice-campeão mundial ISA à prata olímpica em casa
setembro 22
Abriram as inscrições para o Campeonato Nacional de Surf Esperanças Sub-14
setembro 22
Exposição Viva celebra 1ª edição do Programa Atlantis no Dia Nacional da Água
setembro 21
Época balnear em Espinho prolongada até 26 de setembro
setembro 22
Nível do mar continua a subir a um ritmo alarmante
setembro 22
Outono chega e traz o regresso da chuva