Homepage

  • Central de Sines é a que mais polui o ar
    30 agosto 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Lusa
  • Fonte
    Lusa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A estação de tratamento de águas residuais de Matosinhos surge como a que mais polui no que diz respeito aos recursos hídricos (água).
  • A Central Termoelétrica de Sines é famosa por ser responsável pela água quente que muitas vezes "invade" a praia de São Torpes. Contudo, segundo a Associação Sistema Terrestre Sustentável – Zero é também a unidade que mais polui o ar no nosso país.

    Clique aqui para consultar a nossa live cam na Praia de São Torpes, em Sines.

    Zero analisou os dados reunidos pela Agência Europeia do Ambiente (EEA na sigla em inglês) para as instalações em Portugal e fez dois rankings, onde a estação de tratamento de águas residuais de Matosinhos surge como a que mais polui no que diz respeito aos recursos hídricos (água).

    Nas emissões atmosféricas, a lista tinha 280 instalações e um total de 29 poluentes, e no meio aquático, foram avaliados dados de 56 instalações para 27 poluentes.

    No que respeita ao ar, “as cinco primeiras instalações têm na primeira posição a Central Termoelétrica de Sines, da EDP, seguida de duas fábricas de pasta de papel, da Portucel, em Setúbal e Cacia, respetivamente, depois a Unicer, em Leça do Balio, e em quinto lugar uma cimenteira, da Cimpor, em Alhandra”, relatou Francisco Ferreira, presidente da Zero.

    “O que fizemos foi verificar qual a posição que [as unidades] ocupavam em relação a cada poluente e depois avaliar o total dessas posições num ‘ranking’ final”, de todo o ano, disse à agência Lusa, acrescentando que a classificação “não significa que as empresas não estejam a cumprir a legislação ao longo de todo o ano, e que não estejam a utilizar as melhores tecnologias disponíveis”.

    Quanto à poluição dos recursos hídricos, são “acima de tudo de estações de tratamento de águas residuais e em primeira lugar está a ETAR de Matosinhos [Porto], em segundo a de Alcântara, em Lisboa, em terceiro a de Ribeira de Moinhos, em Sines, que recebe muitos efluentes industriais, em quarto a Sanest, na Costa do Estoril, e em quinto lugar a ETAR Norte, do sistema SIMRIA, em Aveiro”, apontou o presidente da Zero.

    Fotografia: Portugal Fotografia Aérea

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Central Sines
  • Fotografia
    Lusa
  • Fonte
    Lusa
similar News
similar
janeiro 17
Interdito o acesso ao paredão de Cascais
janeiro 17
Massive Saturday! Jaws recebeu sessão do ano (e talvez da história!)
janeiro 15
Confinamento: AESDP esclarece posição tomada sobre atividade das escolas de surf
janeiro 15
Jaws prepara-se para receber maior ondulação dos últimos anos
janeiro 15
Confinamento: Escolas de surf proibidas de exercer atividade
janeiro 15
'Twiggy' Baker: 'A onda de Mavericks deu-me uma bofetada e mostrou quem manda'
janeiro 15
Frio mantém 8 distritos sob aviso amarelo até sábado