Homepage

  • Bede Durbidge regressa na Triple Crown
    12 agosto 2016
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Bede já se encontra a surfar nas últimas semanas e garante estar 75 por cento recuperado. Por isso, revelou que vai surfar em Haleiwa, Sunset e Pipeline.
  • Bede Durbidge sofreu um grave acidente durante o Billabong Pipe Masters do ano passado, depois de sofrer um violento wipeout que o lesionou na pélvis. Uma lesão delicada, que o chegou a atirar para uma cadeira de rodas durante o início da recuperação. Mas Bede está pronto para o regresso.

    A fratura da pélvis é uma lesão que pode demorar mais de um ano a ser totalmente recuperada, sobretudo quando falamos de um surfista, que tem movimentos muito mais complexos. Contudo, o experiente australiano garante que vai regressar na próxima Triple Crown havaiana.

    Bede já se encontra a surfar nas últimas semanas e garante estar 75 por cento recuperado. Por isso, revelou que vai surfar em Haleiwa, Sunset e Pipeline. Menos de um ano depois, o australiano está de regresso à ação e logo em ondas bem exigentes como as havaianas.

    Bede Durbidge, que está há 12 anos entre a elite mundial e deverá ser um dos contemplados com o wildcard por lesão para o Tour de 2017, a par de Owen Wright, que este ano já não vai realizar qualquer evento, agradeceu ainda o apoio e o auxílio médico prestado pela WSL.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Bede Durbidge
  • Hawaiian Triple Crown
  • Pipeline
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 20
Sete raias mantidas em cativeiro foram devolvidas ao mar das Berlengas
outubro 18
Praia da Arriba coroou os campeões nacionais de skimboard de 2021
outubro 20
Joel Rodrigues apurado diretamente para a ronda 3 do Frontón King no Open
outubro 19
Joel Rodrigues, o bodyboarder português que enfrenta o Frontón em busca do título mundial júnior
outubro 20
Tomás Lacerda é o primeiro campeão nacional de SUP Downwind
outubro 19
A Vaga Gigante está de regresso e o período de espera já começou!
outubro 18
Bodyboarders profissionais homenagearam o malogrado Tom Morey