Homepage

  • Aldeia no Alasca obrigada a mudar-se
    22 agosto 2016
    arrow
    arrow
Tags
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Foi realizado um referendo e a maioria optou por dizer “sim” à relocalização. A aldeia irá mudar-se agora para território continental do Alasca.
  • As alterações climatéricas continuam a fazer estragos no planeta. E, desta vez, é uma aldeia no Alasca que vai ser obrigada a relocalizar-se. Os esquimós que habitam em Shishmaref estão de partida para um novo local. Tudo por culpa da erosão costeira e da subida do nível do mar.

    Na verdade, a escolha desta mudança foi feita pelos habitantes da ilha, que se situa no noroeste do Alasca. Embora as alterações climatéricas acabassem por obriga-los a sair, mais tarde ou mais cedo. Foi realizado um referendo e a maioria optou por dizer “sim” à relocalização. A aldeia irá mudar-se agora para território continental do Alasca.

    Dos cerca de 560 habitantes da ilha, cuja população indígena corresponde a 90 por cento, votaram 170 no referendo, dos quais 89 votaram a favor da mudança e 79 contra. Shishmaref fica situada numa ilha de quase cinco quilómetros de comprimento e cerca de 400 metros de largura, mas a subida do nível da água já havia obrigado à reinstalação de 13 casas.

    Contudo, a vontade de mudança já havia sido votada em 2002. E já aí o “sim” havia vencido. Só o alto custo da operação de relocalização impediu a mudança para o continente. Contudo, no ano passado Departamento do Interior norte-americano destinou oito milhões de dólares para todas as comunidades que pretendem mudar-se devido aos efeitos das alterações climáticas.

    Estima-se que no Alasca existam mais 200 comunidades que enfrentam os problemas das alterações climáticas e também elas desejam a mudança de local. Ainda assim, este é um processo complexo, uma vez que só só Shishmaref necessita de cerca de 200 milhões de dólares para fazer esta mudança.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Alasca
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 21
Câmara de Sintra interdita todas as praias do concelho
janeiro 21
Carcaça de baleia de 70 toneladas removida perto de Nápoles
janeiro 21
Requerido TUPEM para instalação de um cabo submarino de telecomunicações de Almada à Madeira
janeiro 21
Gabriel Medina vai marcar presença no FIFA 2021
janeiro 21
Terramoto de 7,1 na escala de Richter registado na Indonésia
janeiro 21
Está interdito o paredão e as praias da frente urbana da Caparica
janeiro 21
Sai de cena a depressão Gaetan, chega a Hortense