Homepage

  • Águas de Timor com maior biodiversidade do Mundo
    22 agosto 2016
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A equipa de investigadores analisou dez locais na ilha e encontrou uma média de 253 espécies de peixes em cada local.
  • Um total de 642 espécies diferentes foram encontradas por uma equipa de investigadores nas águas da ilha de Ataúro, em Timor-Leste. Isto faz com que as águas desta antiga colónia portuguesa apresentem a maior biodiversidade do Mundo. As conclusões são de um estudo da Conservation International, divulgado pelo jornal britânico “The Guardian”.

    Num dos locais que os investigadores analisaram chegaram a ser encontradas 314 espécies diferentes, sendo que algumas delas poderão mesmo ser raras. A equipa de investigadores analisou dez locais na ilha e encontrou uma média de 253 espécies de peixes em cada local. 

    A ilha de Ataúro fica localizada no Triângulo de Coral e, como o nome indica, é bastante rica em recifes de coral. O anterior recorde pertencia à Papua Nova Guiné, na Oceânia, que tinha uma média de 216 espécies diferentes em cada local analisado. Registo batido com alguma facilidade por parte da ilha timorense.

    “O meu colega Gerry Allen e eu já fizemos mais de 10 mil mergulhos, entre os dois, na zona do Triângulo de Coral, por isso estamos habituados a locais com alta diversidade. Mas a ilha de Ataúro mostrou-se excecionalmente rica”, confessou o investigador Mark Erdmann ao jornal britânico.

    Em risco

    Contudo, nem tudo são boas notícias, uma vez que os recifes de coral da ilha timorense encontram-se em risco. Para o investigador e especialista no tema, Michel Kulbicki, os recifes timorenses não estão nas melhores condições, o que poderá constituir uma grande ameaça a toda essa biodiversidade.

    “Alguns locais têm jardins de coral surpreendentes, e paisagens de cortar a respiração”, mas “outros locais mostram, tristemente, as cicatrizes de um legado de pescas com explosivos, e dos surtos de estrelas do mar de coroa-de-espinhos”, exemplifica Kulbicki.

    Agora, o objetivo passa por proteger a ilha, limitando a pesca apenas aos habitantes locais. é precisamente isso que a Conservation International vai propor a Timor-Leste, como explica ao The Guardian Trudiann Dale, a diretora da organização naquele país. A ilha Ataúro poderá assim no futuro ser uma área marítima protegida.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Timor-Leste
  • Ilha Ataúro
  • Recifes de Coral
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 30
Estação Salva-vida de Cascais prestou apoio a 5 surfistas
outubro 30
Aprovado projeto do Ericeira Surf Clube para comemorar o 10º aniversário da Reserva Mundial de Surf
outubro 30
Temperaturas amenas e aumento da nebulosidade no fim de semana
outubro 30
Praia de Melides vai ter um novo passadiço
outubro 30
Mais de 375 kg de lixo recolhidos em ação de limpeza costeira em Sesimbra
outubro 30
Outubro está a acabar e pela primeira vez o Mar de Laptev ainda não congelou
outubro 29
Coral com 500 metros de altura foi descoberto na Grande Barreira
pub