Homepage

  • Orcas avistadas ao largo da costa algarvia
    26 julho 2016
    arrow
    arrow
  • Foi uma espécie de lotaria que saiu aos turistas que faziam observação de cetáceos no barlavento algarvio.
  • Foi uma espécie de lotaria que saiu aos turistas que faziam observação de cetáceos no barlavento algarvio.

    Pode-se ler no facebook da Cape Cruiser Sagres:

    "Fantástico avistamento de ORCAS.

    Hoje no regresso da segunda viagem da manhã fomos surpreendidos pelas tão aguardadas Orcas (Orcinus orca). Tivemos a oportunidade de acompanhar o grupo, com uma cria e um macho até ao Cabo de São Vicente.
    Foi visível a satisfação e alegria dos clientes ao observarem os maiores golfinhos do mundo e poderem contribuir com fotografias das barbatanas dorsais para o nosso catalogo de Foto-identificação.

    Sobre o avistamento de ontem das Orcas (Orcinus orca) só temos a partilhar a nossa felicidade e os nossos batimentos cardíacos descontrolados.

    Espero que gostem das fotografias que aqui partilhamos, mas que certamente não conseguem transparecer um terço da emoção de as observar ao vivo.

    No inicio do primeiro avistamento, quando as encontramos mesmo no final da nossa segunda viagem, já a voltar para o nosso porto, ficamos com a ideia que seriam 4 indivíduos, mas pela confirmação das imagens são apenas 3 indivíduos.

    O curioso é que no inicio estavam acompanhadas de um Golfinho comum (Delphinus delphis) solitário, sem grandes oportunidades de o observar de perto e sem registar uma imagem.
    Acompanhamos o grupo até sul do Cabo de São Vicente.

    Desejamos mais avistamentos destes aos nossos passageiros...e à nossa equipa...sem dúvida! Obrigada natureza!"

    Um momento único que deve aqui ser recordado:

    Dado este episódio nos dias que correm, há que lembrar também conhecida a história de 24 golfinhos e baleias da espécie zifio de cuvier (cetáceos de cerca de 600 quilos, de 5 a 7 metros de comprimento e que vivem, em média, 35 anos) que foram encontrados mortos nas praias da ilha Palmas de Gran Canária com sangue na boca e sem marcas de choques contra embarcações.

    As autópsias indicaram "lesões hemorrágicas de alta intensidade causadas por sinal acústico intenso. Colapsos cardiocirculatórios, stress e lesões vasculares". Esta é uma análise que os biólogos consideram prova de que a única razão para explicar esta mortandade está no uso dos radares de prospecção de petróleo e gás.

    "O ouvido de um mamífero marinho é quase igual ao de um animal terrestre. Salvo as adaptações para que funcione no mar, ele não está preparado para estes aparelhos de ultra-som que rastreiam o fundo para encontrar petróleo ou gás. Então sofrem por hipersensibilidade", disse o biólogo Eduard Degollada, autor de um estudo sobre a audição de baleias e golfinhos para a Universidade de Las Palmas.

    Visto que o alguns membros do Governo Português querem avançar com a exploração e prospecção de petróleo e gás no Algarve (e no resto do país) pode ser que deixemos de avistar estes amigos...

    NOTA:

    Para os interessados, a PALP preparou alguns exemplos de minuta da carta de objeção a esta sondagem que o consórcio ENI/GALP pode levar a 1070 metros de profundidade ao largo de Aljezur. Pode fazer o download aqui, adaptá-la ao seu gosto, e enviar para dgrm@dgrm.mam.gov.pt ou em papel para a Direcção Geral dos Recursos Marítimos, Avenida Brasilia, 1449-030 Lisboa.

    Fotografia: Cape Cruiser Sagres

     

Tags
  • Orcas
  • cetaceo
  • Algarve
  • mamiferos marinhos
  • mar
  • animal
  • Vida Animal
  • biodiversidade
  • Sagres
  • Golfinhos
  • video
pub
similar News
similar
agosto 22
Microplásticos presentes na água potável não são perigosos para a saúde
agosto 22
E de repente escureceu em São Paulo às três da tarde
agosto 22
Da Nazare para o estágio do Liverpool, Sebastian deu dicas a Klopp
agosto 22
Golfinhos vistos na zona do Baleal
agosto 22
Temperaturas acima dos 30º em quase todo o país
agosto 22
John John manda recado a Slater com Tóquio em causa
agosto 22
Réplica chinesa do Surf Ranch já rola e há mais 5(!) em construção