Homepage

  • Portugueses com sortes diferentes na Austrália
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • Quarta-feira intensa para a armada lusa que compete no QS 1000 em Boomerang Beach
  • Quarta-feira intensa para a armada lusa que compete no QS 1000 em Boomerang Beach, o Komunity Project Great Lakes Pro na Nova Gales do Sul, Austrália.

    Tomás Fernandes e José Ferreira entraram em água na ronda 4 da competição masculina, mas não conseguiram eliminar os seus adversários e a acabaram por perder e sair de competição. De salientar a tangência com que Tomás acabou em terceiro na sua bateria, com 11.25 pontos atrás do australiano Quinn Bruce com 11.40 pontos, e do brasileiro Lucas Silveira, o atual campeão mundial júnior, que dominou com 14.30 pontos.

    José Ferreira falhou o acesso à ronda por uma diferença mínima. O surfista de Cascais terminou igualmente em terceiro na bateria, com 12.50 pontos, atrás do francês Gatien Delahaye, com 12.75 pontos, e do veterano Nathan Hedge que garantiu o primeiro lugar com 13.65 pontos.

    Sorte diferente para a nossa surfista bi-campeã nacional, Teresa Bonvalot, que já se encontra nos 1/4 de final da prova. Teresa superou o confronto da ronda 3 com Camilla Kemp e as australianas Ellie Brooks e Kobie Enright. 

    A próxima bateria opõe a jovem portuguesa à francesa Justine Dupont que tem apresentado uma grande forma e vem de uma vitória no Central Coast Pro, QS1000 disputado em Avoca Beach.

    Acompanha toda a ação através do site oficial da WSL

Tags
  • QS 1000
  • australia
  • Komunity Project Great Lakes Pro
  • Teresa Bonvalot
  • Camilla Kemp
  • jose ferreira
  • Surf
pub
similar News
similar
fevereiro 19
Marta Paço convocada para o Mundial de Surf Adaptado
fevereiro 19
Júnior Martim Nunes passa temporada com Italo Ferreira (ENTREVISTA)
fevereiro 19
A subida do mar irá afetar 150 mil portugueses!
fevereiro 19
Vendedores de rua em Nairobi arriscam prisão por utilizarem sacos de plástico
fevereiro 19
Jovem é arrastado por onda e apanha grande susto na Praia do Norte
fevereiro 17
Alex Botelho já deixou os cuidados intensivos do Hospital de Leiria
fevereiro 19
Calor extremo cozeu e tirou a vida a meio milhão de mexilhões na Nova Zelândia