Homepage

  • Portugueses com sortes diferentes na Austrália
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • Quarta-feira intensa para a armada lusa que compete no QS 1000 em Boomerang Beach
  • Quarta-feira intensa para a armada lusa que compete no QS 1000 em Boomerang Beach, o Komunity Project Great Lakes Pro na Nova Gales do Sul, Austrália.

    Tomás Fernandes e José Ferreira entraram em água na ronda 4 da competição masculina, mas não conseguiram eliminar os seus adversários e a acabaram por perder e sair de competição. De salientar a tangência com que Tomás acabou em terceiro na sua bateria, com 11.25 pontos atrás do australiano Quinn Bruce com 11.40 pontos, e do brasileiro Lucas Silveira, o atual campeão mundial júnior, que dominou com 14.30 pontos.

    José Ferreira falhou o acesso à ronda por uma diferença mínima. O surfista de Cascais terminou igualmente em terceiro na bateria, com 12.50 pontos, atrás do francês Gatien Delahaye, com 12.75 pontos, e do veterano Nathan Hedge que garantiu o primeiro lugar com 13.65 pontos.

    Sorte diferente para a nossa surfista bi-campeã nacional, Teresa Bonvalot, que já se encontra nos 1/4 de final da prova. Teresa superou o confronto da ronda 3 com Camilla Kemp e as australianas Ellie Brooks e Kobie Enright. 

    A próxima bateria opõe a jovem portuguesa à francesa Justine Dupont que tem apresentado uma grande forma e vem de uma vitória no Central Coast Pro, QS1000 disputado em Avoca Beach.

    Acompanha toda a ação através do site oficial da WSL

Tags
  • QS 1000
  • australia
  • Komunity Project Great Lakes Pro
  • Teresa Bonvalot
  • Camilla Kemp
  • jose ferreira
  • Surf
pub
similar News
similar
março 27
Imagens espaciais mostram redução drástica da poluição do ar na Europa
março 27
Brisa Hennessy tem a melhor quarentena de todas… nas Fiji
março 27
Hora do Planeta terá formato digital para além do apagão
março 27
Foto do sunset português entre as melhores de concurso internacional  
março 27
Está a chegar o horário de Verão!
março 27
Capítulo Perfeito teve alcance superior a 33 milhões de pessoas
março 27
Em Ribeira d’Ilhas manda Tomás Fernandes