Homepage

  • Lufinha apresenta documentário da travessia especial à Madeira
    19 maio 2016
    arrow
    arrow
  • O português Francisco Lufinha apresentou ontem o documentário sobre a travessia Lisboa-Madeira em kitesurf
  • O português Francisco Lufinha apresentou ontem o documentário sobre a travessia Lisboa-Madeira em kitesurf, uma jornada “especial” em que estabeleceu o recorde mundial da maior viagem sem paragens em 874 quilómetros.

    "O meu desafio, que muitos chamaram louco, foi muito especial para mim. Senti aquela magia e o acolhimento das pessoas e isso foi o que importa. Vale a pena lutar pelas coisas. É preciso largar e acreditar", salientou aos jornalistas, momentos antes da antestreia do documentário, que tem a duração de 65 minutos, no Funchal.

    O filme mostra imagens da travessia entre Lisboa e a Madeira, em julho de 2015, quando bateu o recorde mundial da maior viagem de kitesurf sem paragens (passou de 564 para 874 quilómetros) em 47 horas e 37 minutos, interrompida devido ao cansaço e à fadiga.

    Lufinha revelou que aparecem muitos ‘flashbacks’ a recordar os preparativos da viagem, além de tentar mostrar os momentos menos bons, como as alucinações derivadas do sono, o maior obstáculo.

    "Aprendi à força que o problema não é o físico mas sim o sono. Acordei às sete da manhã [no dia da partida], por isso, estive 53 horas acordado", recordou.

    Também no documentário será exibida a travessia entre as Ilhas Selvagens e o Funchal, a primeira de sempre em kitesurf, realizada em dezembro de 2014, em 12 horas, após percorrer perto de 300 quilómetros.

    "Reunimos isto tudo para relatar e não podia escolher outro sítio para a estreia que não na Madeira", afirmou, adiantando que haverá nova exibição quarta-feira, desta vez no Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), em Algés, Oeiras, e depois no canal televisivo RTP 1 no dia 09 de fevereiro.

    Em relação ao próximo objetivo, Francisco Lufinha revelou que o "sonho" é ligar todo o território português, o que significa que falta apenas um ponto, os Açores, não avançando com datas pois admitiu ser necessário reunir com patrocinadores e parcerias primeiro.

    O velejador disse ainda que gostava de repetir a travessia entre Lisboa e a Madeira, mas que, desta vez, estivesse acompanhado de outros atletas.

    Sapo Desporto

Tags
  • Kitesurf
  • Francisco Lufinha
  • Ilha da Madeira
  • Lisboa
  • Funchal
  • Machico
  • Documentário
  • Travessia
similar News
similar
outubro 19
Duas novas ondas programadas para piscina japonesa
outubro 18
Praia da Arriba coroou os campeões nacionais de skimboard de 2021
outubro 18
Há mais de 3 mil toneladas de plástico a flutuar no Mar Mediterrâneo
outubro 18
Os números do evento principal do Ericeira WSR+10
outubro 18
Bodyboarders profissionais homenagearam o malogrado Tom Morey
outubro 15
Nasceu a Matosinhos Surf School Cup: a nova competição para as escolas de surf do concelho
outubro 15
Fim de semana chega com tempo mais cinzento e regresso da chuva nas regiões Norte e Centro